Série A IGREJA DE JESUS! ATÉ OS CONFINS DA TERRA…, produzida pelo Ministério Só Boas Novas

PODER E OUSADIA


[VINHETA 1 – ABERTURA]

Olá! Se você tem sede venha. Venha e receba de graça a água da vida. Sejam bem-vindos e bem-vindas ao PODCAST SBN, este é o terceiro episódio da série A IGREJA DE JESUS, a história do maior empreendimento de todos os tempos…

Olá conectados e conectadas! Esta é uma viagem pelo primeiro século da nossa era. Você irá se emocionar com os acontecimentos da maior revolução de todos os tempos…

Você vai entender por que o Cristianismo colocou o mundo de cabeça para baixo, no poder do Espírito Santo…

Foram 100 anos de história com lutas, suor e sangue para que o Evangelho chegasse aos nossos dias…

O que movia os discípulos? Por que eles foram perseguidos? E como nem as portas do inferno deteve a Igreja que Jesus inaugurou? Para onde eles estavam indo?

Conheça o PODCAST SBN no site podcast.soboasnovas.com.br, no youtube.com/soboasnovas, e nas plataformas de áudios: SoundCloud, Spotyfi, Apple e Google.

Queremos que você conheça nossas séries, assine, compartilhe e comente! E queremos conhecer você também!

[VINHETA 2 – A Igreja de Jesus! Até os confins da terra!]

[VINHETA ESPECIAL]

[VINHETA 3 – A Igreja de Jesus! O maior empreendimento de todos os tempos!]

Quando Pedro perguntou: SENHOR, PARA ONDE IREMOS?!

O Mestre lhe respondeu: ATÉ OS CONFINS DA TERRA!

A IGREJA DE JESUS – O maior empreendimento de todos os tempos!

Apresentaremos, hoje: “Poder e Ousadia”

[MÚSICA]

[VINHETA 2 – A Igreja de Jesus! Até os confins da terra!]

Quando Jesus apresentou o projeto de sua Igreja para seus discípulos, Ele explicou que seu principal objetivo era conectar pessoas ao Reino:

– “Vocês terão acesso livre e total ao Reino de Deus e chaves para abrir qualquer porta. O que vocês ligarem na terra será ligado no céu, e o que vocês desligarem na terra será desligado no céu”. (Mateus 16:19)

E ao entregar a missão para eles, o Mestre prometeu:

– “Estes sinais acompanharão vocês… Em meu nome, vocês receberão poder para fazer milagres, para expulsar demônios e para falar novas línguas. Se pegarem em cobras ou beberem algum veneno, não sofrerão nenhum mal. E, quando puserem as mãos sobre os doentes, estes ficarão curados. (Marcos 16:17-18)

Estes ensinamentos faziam muito sentido naqueles primeiros passos da Igreja de Jesus, onde os desafios e obstáculos tantos internos e como externos estavam presentes.

O senso de comunidade era muito forte entre os discípulos e eles cuidavam uns dos outros, compartilhando o que possuíam com aqueles que precisavam de ajuda.

Mas, infelizmente isto não foi bem entendido pelo casal Ananias e Safira. Esta é uma história de arrepiar! Eles venderam uma propriedade e resolveram guardar uma parte do valor e dar outra parte como oferta. E não havia nada de errado nisto.

No entanto, eles mentiram ao dar sua oferta, afirmando que estavam doando todo o valor da propriedade. E Pedro ao perceber isto, confrontou Ananias:

– “Ananias, por que você deixou Satanás encher seu coração? Você mentiu para o Espírito Santo quando guardou parte do dinheiro para si.

A propriedade era sua para vender ou não, como quisesse. E, depois de vendê-la, o dinheiro também era seu, para doar ou não. Como pôde fazer uma coisa dessas? Você não mentiu para nós, mas para Deus!”

Ao ouvir essas palavras, Ananias caiu no chão e morreu. Um grande temor se apoderou de todos diante deste acontecimento. Em seguida, alguns jovens se levantaram, envolveram o corpo num lençol e o levaram para ser sepultado.

Algum tempo depois, Safira a esposa dele chegou e Pedro lhe perguntou:

– “Foi esse o valor que você e seu marido receberam pelo terreno?”

– “Sim, foi esse o valor.”

– “Como vocês puderam conspirar contra o Espírito do Senhor? Veja, aqueles jovens perto da porta. Eles sepultaram seu marido e, também, levarão você.”

No mesmo instante, ela caiu no chão e morreu. E os jovens entraram e levaram seu corpo para fora e a sepultaram ao lado do marido.

Todos sentiram um respeito profundo diante do fato e perceberam que com Deus não se pode brincar.

Não podemos viver de aparências!

[MÚSICA]

Era um grande momento da Igreja de Jesus, os discípulos trabalhavam muito e coisas maravilhosas aconteceram. Os apóstolos realizavam muitos sinais e maravilhas entre o povo. Todos se reuniam regularmente no templo, na parte conhecida como Pórtico de Salomão.

E quando estavam reunidos, embora fossem admirados, alguns hesitavam em se aproximar deles. Apesar disso, cada vez mais pessoas, multidões de homens e mulheres, criam no Senhor.

As pessoas chegavam a deixar os doentes em macas nas calçadas para que fossem tocados pela sombra de Pedro quando ele passasse.

Muita gente vinha das cidades ao redor de Jerusalém, trazendo doentes e endemoniados, e todos eram curados.

A fama dos apóstolos crescia e causava inveja nos líderes religiosos e eles entraram em ação e os colocaram numa prisão pública.

Mas, algo fantástico aconteceu! Um anjo do Senhor veio durante a noite, abriu as portas da prisão e os soltou:

– “Vão ao templo e transmitam ao povo esta mensagem de vida!”

E eles se lembraram do que o Mestre disse:

– “Eu vou edificar a minha Igreja. Ela será uma igreja tão exuberante e tão cheia de energia que nem as portas do inferno serão capazes de obstruir o seu avanço.”

E assim, os apóstolos entraram no templo e começaram a ensinar.

Mais tarde, os sacerdotes e oficiais se reuniram em conselho no Sinédrio, que ficava ao lado do Templo, e mandaram os guardas buscar os apóstolos na prisão. E eles chegando lá, não encontraram ninguém:

– “Encontramos a prisão bem trancada, com os guardas vigiando do lado de fora, mas, quando abrimos as portas, eles não estavam lá!”

– “E agora, os homens que os senhores puseram na cadeia estão no templo, ensinando o povo!”

Em seguida, o capitão e seus guardas foram até eles e, temendo que o povo os apedrejasse, prenderam os apóstolos sem violência.

O que era o Sinédrio?

O Sinédrio (Sanhedrim), na época de Jesus, era a Corte Suprema da lei dos Judeus. Era composto por sumo-sacerdotes, escribas e pessoas de destaque da sociedade judaica. A sua missão era administrar a justiça, interpretar e aplicar a Torá (Pentateuco ou Lei de Moisés). O Sinédrio representava o povo judeu perante as autoridades romanas.

Quando os guardas trouxeram Pedro e os apóstolos no Sinédrio, o sumo sacerdote os confrontou:

– “Nós não havíamos dado ordens estritas para que não ensinassem no nome desse homem Jesus? E, mesmo assim, vocês estão enchendo Jerusalém com esse seu ensino e, ainda, querem nos responsabilizar pela morte dele?!”

E Pedro respondeu:

– “Devemos obedecer a Deus antes de qualquer autoridade humana.

O Deus de nossos antepassados ressuscitou Jesus dos mortos, depois que os senhores o mataram, pendurando-o numa cruz e, agora, Ele está em Seu trono. E nós somos testemunhas dessas coisas e do Espírito Santo, que Deus dá àqueles que lhe obedecem”

As ousadas palavras de Pedro, os deixam furiosos. E enfurecidos, eles queriam matá-los.

No entanto, um fariseu chamado Gamaliel, especialista na lei e respeitado pelo povo, pediu para os apóstolos serem retirados da sala do conselho. E ele advertiu os líderes e os aconselhou a deixarem aqueles homens em paz e serem soltos:

– “Cuidado com o que vocês fazem com estes homens! Se o que eles planejam e fazem é meramente humano, logo fracassará. Mas, se é de Deus, não há nada que vocês possam fazer para impedir. Vocês podem acabar lutando contra Deus.”

Eles aceitaram o conselho de Gamaliel. Açoitaram os apóstolos, os advertiram para que não falassem mais em nome de Jesus e os soltaram.

Quando os apóstolos saíram da reunião do conselho, estavam alegres porque Deus os havia considerado dignos de sofrer humilhação pelo nome de Jesus.

E todos os dias, no templo e de casa em casa, continuavam a ensinar e anunciar que Jesus é o Cristo. E a Igreja de Jesus prosperava! (Atos 5)

[MÚSICA]

SENHOR, PARA ONDE IREMOS?! – Até os confins da terra!

[VINHETA 3 – A Igreja de Jesus! O maior empreendimento de todos os tempos!]


Val, o que você aprendeu hoje?!

– Eu sofri muito com o caso de Ananias e Safira, fiquei chocada, é difícil compreender. Mas, era um momento em que a verdade era necessária, pura e veemente, não havia espaços para mentiras e hipocrisias…

– Isso mesmo… Era o desenvolvimento da Igreja, do projeto de Jesus, que mesmo Ele edificou. E aqueles que estavam participando dele precisavam se comprometer… Este acontecimento trouxe receios entre as pessoas em Jerusalém… Alguns ficaram com medo de se aproximar…

– A importância dos discípulos no processo de conectar pessoas ao evangelho. O poder e ousadia que eles tinham é algo inimaginável, e que de fato ocorreu…

– Imagine, eles foram libertos da Prisão por um Anjo do Senhor e as portas continuaram trancadas… Creio que eles estavam o tempo se lembrando das palavras e ensinos do Mestre…

– Olho para tudo o que o povo buscava, independente das classes sociais… como nos tempos de Jesus… Eles só queriam a cura para seus males…

E o que é a Igreja para você?!

 [VINHETA 6 – ESTA É A HISTÓRIA DA IGREJA DE JESUS – O maior empreendimento de todos os tempos!]

No próximo episódio, veremos a Igreja de Jesus crescendo e se organizando.

E veremos, também, a perseguição chegando ao seu limite máximo.

No próximo episódio venha ver:

A IGREJA DE JESUS – Até os confins da terra!

Meu pai, nós somos gratos e te louvamos por sua graça e misericórdia, por nos criar e pela salvação em Cristo Jesus. Nós te louvamos por nos incluir em seus planos e por aqueles que, antes de nós, lutaram e deram seu suor e sangue para que as boas novas do Evangelho chegassem até aqui.

E oramos, em nome de Jesus, para que o Senhor abençoe a tua Igreja, nos ensine a te servir e abençoe a todos aqueles que nos ouvem.

E todos nós dizemos…

Amém!


[VINHETA 5 – SENHOR, PARA ONDE IREMOS?!]

Quer apoiar o Ministério Só Boas Novas?! Acesse www.soboasnovas.com.br e clique no botão DOAR.

E, se você se sentiu abençoado com este episódio, você pode nos ajudar divulgando e compartilhando este e outros materiais do PODCAST SBN. Acesse no site podcast.soboasnovas.com.br, no youtube.com/soboasnovas e nas plataformas de áudios: SoundClound, Spotyfi, Apple e Google.
Então acesse, assine e comente em nossos canais, e, principalmente, compartilhe com seus amigos!

[VINHETA 2 – A IGREJA DE JESUS – Até os confins da terra…]

Esperamos você no próximo episódio! Até lá!

[VINHETA 4 – FECHAMENTO]
– Jonas de Souza Netto

https://soundcloud.com/soboasnovas/ep-i03-poder-e-ousadia

Série A IGREJA DE JESUS! ATÉ OS CONFINS DA TERRA…, produzida pelo Ministério Só Boas Novas

O Poder no Nome de Jesus

[VINHETA 1 – ABERTURA]

Olá! Se você tem sede venha. Venha e receba de graça a água da vida. Sejam bem-vindos e bem-vindas ao PODCAST SBN, este é o segundo episódio da série A IGREJA DE JESUS, a história do maior empreendimento de todos os tempos…

Olá conectados e conectadas! Esta é uma viagem pelo primeiro século da nossa era. Você irá se emocionar com os acontecimentos da maior revolução de todos os tempos…

Você vai entender por que o Cristianismo colocou o mundo de cabeça para baixo, no poder do Espírito Santo…

Foram 100 anos de história com lutas, suor e sangue para que o Evangelho chegasse aos nossos dias…

O que movia os discípulos? Por que eles foram perseguidos? E como nem as portas do inferno deteve a Igreja que Jesus inaugurou? Para onde eles estavam indo?

Conheça o PODCAST SBN no site podcast.soboasnovas.com.br, no youtube.com/soboasnovas, e nas plataformas de áudios: SoundCloud, Spotyfi, Apple e Google.

Queremos que você conheça nossas séries, assine, compartilhe e comente! E queremos conhecer você também!

[VINHETA 2 – A Igreja de Jesus! Até os confins da terra!]

[VINHETA ESPECIAL]

[VINHETA 3 – A Igreja de Jesus! O maior empreendimento de todos os tempos!]

Quando Pedro perguntou: SENHOR, PARA ONDE IREMOS?!

O Mestre lhe respondeu: ATÉ OS CONFINS DA TERRA!

A IGREJA DE JESUS – O maior empreendimento de todos os tempos!

Apresentaremos, hoje: “O Poder do Nome de Jesus”

[MÚSICA]

[VINHETA 2 – A Igreja de Jesus! Até os confins da terra!]

O empoderamento do Espírito Santo e a vida em comunidade e desprendida de materialismo, marcaram os primeiros passos dos Discípulos, pautados pelos ensinos de Jesus.

– “Ouçam, eu os envio como ovelhas para o meio de lobos. Portanto, sejam espertos como serpentes e sem maldades como pombas.

Tenham cuidado, pois vocês serão presos e entregues aos tribunais e serão chicoteados nas sinagogas.

Por minha causa serão julgados diante de governantes e reis, mas essa será a oportunidade de falar a meu respeito a eles e aos gentios.

Quando forem presos, não se preocupem com o modo como responderão nem com o que dirão. Quando levarem vocês para serem julgados, não fiquem preocupados com o que deverão dizer ou como irão falar. Quando chegar o momento, Deus dará a vocês o que devem falar, o Espírito do Pai falará por meio de vocês.” (Mateus 10:16-20)

A ousadia estava presente em seus discursos:

– “Com a ajuda de gentios que desconheciam a lei, vocês o pregaram na cruz e o mataram.”

– “Portanto, saibam com certeza todos em Israel que a esse Jesus, que vocês crucificaram, Deus fez Senhor e Cristo!”

As palavras de Pedro partiram o coração dos que ouviam:

– “Vocês devem se arrepender, para o perdão de seus pecados, e cada um deve ser batizado em nome de Jesus Cristo…” (Atos 2:23-38)

No começo da missão eles agiam em Jerusalém e mantinham suas práticas e tradições judaicas. Certo dia por volta das três horas da tarde, Pedro e João, foram ao templo para o sacrifício da tarde e para orar.

Ao se dirigirem para o templo e se aproximarem da porta chamada Formosa, um homem aleijado estava sendo carregado para ali também…

Esta era uma das portas principais de entrada do templo e era um lugar ideal para mendigar, por que muitas pessoas passavam por ali. E mendigos e aleijados eram considerados índigos para entrar no Templo e, por isso, eles ficavam na entrada, do lado de fora do templo.

Quando Pedro e João estava passando, ele estendeu a mão e lhes pediu dinheiro. E Pedro virou-se para ele e disse:

– “Olhe para nós!”

O homem olhou para eles cheio de expectativa de receber alguma esmola.

– “Não tenho prata nem ouro, mas lhe dou o que tenho. Em nome de Jesus Cristo, o nazareno, levante-se e ande!”

Enquanto Pedro o ajudava a se levantar, seus pés e tornozelos foram curados e ele saltou e começou a andar.

Ele caminhou e, saltando e louvando a Deus, entrou no templo com eles, pela primeira vez. E todos que viram aquilo ficaram a admirados e perplexos.

Pedro ao perceber que muitos se aproximaram admirados, começou a pregar com poder e ousadia:

– “Povo de Israel, por que ficam surpresos com isso? Por que olham para nós como se tivéssemos feito este homem andar por nosso próprio poder ou devoção?

Foi o Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus de nossos antepassados, quem glorificou seu Servo Jesus.

Aquele que vocês traíram. Aquele que Pilatos declarou inocente e vocês rejeitaram.

Vocês rejeitaram o Santo e Justo e pediram um assassino em seu lugar.

Vocês mataram o autor da vida, mas Deus o ressuscitou dos mortos.

E nós somos testemunhas disto!

Pela fé no nome de Jesus, este homem que vocês veem e conhecem foi curado. A fé no nome de Jesus o curou diante de seus olhos.”

Pedro pregava ousadamente citando as escrituras e os profetas e mostrando que Jesus foi o cumprimento do que estava escrito e era a esperança do que estava por vir.

– “Agora, arrependam-se e voltem-se para Deus, para que seus pecados sejam apagados.

A fim de que, da presença do Senhor, venham tempos de renovação, e que Ele envie o Cristo, que já foi designado para vocês.” (Atos 3)

Pedro e João eram dois homens simples, mas cheios do poder de Deus. Sem condições financeiras, mas profundamente espirituais.

Eles deram para aquele homem, que mendigava ali por anos, algo que o dinheiro não pode dar.

Deus é assim Ele é poderoso para fazer infinitamente mais. Ele é poderoso para fazer além do que pedimos ou pensamos.

Pedro aproveitou a atenção dos ouvintes e mais uma vez anunciou a Jesus Cristo como o Filho de Deus e Salvador prometido

[MÚSICA]

A repercussão daquela cura em frente ao Templo trouxe duas reações: Primeiro atraiu pessoas para a transformação do evangelho e para se tornarem discípulos, e os que creram chegaram a cinco mil.

Mas, também, repercutiu negativamente entre os líderes religiosos.

Pedro e João foram confrontados pelos sacerdotes, pelo capitão da guarda do Templo e por saduceus. E eles os prenderam e, por que era noite, os colocaram na prisão até o dia seguinte.

Naquela época o Sinédrio era uma forma de poder. Um poder religioso, que exercia julgamentos entre os Judeus, a parte do poder político de Roma.

O conselho de líderes se reuniu, com Anás e Caifás, e mandaram trazer Pedro e João para os interrogar:

– “Quem deu autoridade para vocês? O que vocês pretendem com isto?”

– “Autoridades e líderes do povo, estamos sendo interrogados hoje porque realizamos uma boa ação em favor de um aleijado, e os senhores querem saber como ele foi curado.

Saibam senhores e todo o povo de Israel que ele foi curado pelo nome de Jesus Cristo, o nazareno, a quem os senhores crucificaram, mas a quem Deus ressuscitou dos mortos.”

Pedro, então, começou a declarar que a morte e ressurreição do Senhor Jesus era parte do projeto de Deus para a humanidade e que não há salvação em nenhum outro! Não há nenhum outro nome debaixo do céu, em toda a humanidade, por meio do qual devamos ser salvos.

E os membros do conselho vendo a coragem de Pedro e João, ficaram fascinados e sem palavras, por que perceberam que eram homens comuns, sem instrução religiosa formal. Reconheceram também que eles haviam estado com Jesus. E se sentiram incapazes de fazer algo contra eles.

No entanto, eles ordenaram que Pedro e João fossem retirados da sala do conselho para elaborar uma estratégia contra eles.

E como não encontraram nada que pudessem incriminá-los, os chamaram de volta e os advertiram:

– “Vocês não podem ensinar ou falar sobre o nome de Jesus a mais ninguém.”

– “Os senhores acreditam que Deus quer que obedeçamos a vocês, e não a ele? Não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos!”

Os líderes fizeram mais ameaças, mas depois os deixaram ir, por que não encontraram nada contra eles para que fossem mantidos na prisão.

A resposta de Pedro foi fantástica: “… não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos”.

Não há nada mais perigoso ou ameaçador que um crente cheio de Deus!

Era o começo da perseguição e eles perceberam isto. Ao chegarem na comunidade, contaram tudo o que tinha acontecido e fizeram uma oração poderosa, pedindo a Deus que os capacitasse, fortalecesse e continuasse operando poderosamente entre eles, para que o Nome de Cristo fosse glorificado.

– “Ó Soberano Senhor, Criador dos céus e da terra, do mar e de todas as coisas. Tu falaste muito tempo atrás pelo Espírito Santo: Por que as nações se enfureceram tanto? Por que os poderosos se reúnem para se rebelar contra Ti e atacar o Seu povo?

E agora, Senhor, ouve as ameaças deles e nos conceda coragem para anunciar a tua palavra. Estende tua mão com poder para curar, e que sinais e maravilhas sejam realizados por meio do nome poderoso de Jesus”.

Enquanto oravam, o lugar onde estavam reunidos tremeu, e todos ficaram cheios do Espírito Santo e pregavam corajosamente a palavra de Deus.

Todos aqueles que creram estavam unidos ali em coração e mente (alma).

E, com grande poder, davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus, e sobre todos eles havia grande graça.

Eles não se consideravam donos de seus bens. E entre eles não havia necessitados, por que eles compartilhavam o que possuíam com aqueles que precisavam de ajuda.

Como foi o caso de José, a quem os apóstolos deram o nome Barnabé, que significa “Filho do encorajamento”. E ele era da tribo de Levi e tinha nascido na ilha de Chipre.

Ele vendeu um campo que possuía e entregou o dinheiro aos apóstolos. (Atos 4)

A atuação do poder de Deus era notória entre eles. Além dos milagres havia um ambiente de amor e devoção que fazia daquela igreja uma porção do céu na Terra.

[MÚSICA]

SENHOR, PARA ONDE IREMOS?! – Até os confins da terra!

[VINHETA 3 – A Igreja de Jesus! O maior empreendimento de todos os tempos!]


Val, o que aprendeu hoje?!

– O empoderamento dos discípulos e sua ousadia em apresentar Jesus, atraía muitas pessoas, mas provocava a inveja nos líderes religiosos.

– Pedro não perdia oportunidade para pregar e testemunhar do Mestre.

– A transformação que a Igreja de Jesus trazia ameaçava o poder religioso da época.

– Era o confronto de dois Templos. O Templo de Jerusalém que deixou de ser um lugar de justiça e o Templo que é Jesus, um reino eterno que os discípulos estavam implantando.

– O empreendimento de Jesus era uma comunidade unida de coração e alma. Uma comunidade que estava junto, orava junto e compartilhava tudo o que tinham.

E o que é a Igreja para você?!

 [VINHETA 6 – ESTA É A HISTÓRIA DA IGREJA DE JESUS – O maior empreendimento de todos os tempos!]

No próximo episódio, veremos a Palavra de Deus prosperando como nunca foi visto antes, através da pregação dos discípulos.

E veremos, também, os obstáculos dentro e fora da comunidade do maior empreendimento de todos os tempos.

No próximo episódio venha ver:

A IGREJA DE JESUS – Até os confins da terra!

Meu pai, nós somos gratos e te louvamos por sua graça e misericórdia, por nos criar e pela salvação em Cristo Jesus. Nós te louvamos por nos incluir em seus planos e por aqueles que, antes de nós, lutaram e deram seu suor e sangue para que as boas novas do Evangelho chegassem até aqui.

E oramos, em nome de Jesus, para que o Senhor abençoe a tua Igreja, nos ensine a te servir e abençoe a todos aqueles que nos ouvem.

E todos nós dizemos…

Amém!


[VINHETA 5 – SENHOR, PARA ONDE IREMOS?!]

Quer apoiar o Ministério Só Boas Novas?! Acesse www.soboasnovas.com.br e clique no botão DOAR.

E, se você se sentiu abençoado com este episódio, você pode nos ajudar divulgando e compartilhando este e outros materiais do PODCAST SBN. Acesse no site podcast.soboasnovas.com.br, no youtube.com/soboasnovas e nas plataformas de áudios: SoundClound, Spotyfi, Apple e Google.
Então acesse, assine e comente em nossos canais, e, principalmente, compartilhe com seus amigos!

[VINHETA 2 – A IGREJA DE JESUS – Até os confins da terra…]


Esperamos você no próximo episódio! Até lá!

[VINHETA 4 – FECHAMENTO]
– Jonas de Souza Netto

https://soundcloud.com/soboasnovas/ep-i02-o-poder-no-nome-de-jesus

Série A IGREJA DE JESUS! ATÉ OS CONFINS DA TERRA…, produzida pelo Ministério Só Boas Novas

Eu edificarei a minha Igreja…

[VINHETA 1 – ABERTURA]

Olá! Se você tem sede venha. Venha e receba de graça a água da vida. Sejam bem-vindos e bem-vindas ao PODCAST SBN, esta é a série A IGREJA DE JESUS, a história do maior empreendimento de todos os tempos…

Olá conectados e conectadas! Esta é uma viagem pelo primeiro século da nossa era. Você irá se emocionar com os acontecimentos da maior revolução de todos os tempos…

Você vai entender por que o Cristianismo colocou o mundo de cabeça para baixo, no poder do Espírito Santo…

Foram 100 anos de história com lutas, suor e sangue para que o Evangelho chegasse aos nossos dias…

O que movia os discípulos? Por que eles foram perseguidos? E como nem as portas do inferno deteve a Igreja que Jesus inaugurou? Para onde eles estavam indo?

Conheça o PODCAST SBN no site podcast.soboasnovas.com.br, no youtube.com/soboasnovas, e nas plataformas de áudios: SoundCloud, Spotyfi, Apple e Google.

Queremos que você conheça nossas séries, assine, compartilhe e comente! E queremos conhecer você também!

[VINHETA 2 – A Igreja de Jesus! Até os confins da terra!]

[MÚSICA]

[VINHETA 3 – A Igreja de Jesus! O maior empreendimento de todos os tempos!]

[VINHETA ESPECIAL]

Quando Pedro perguntou: SENHOR, PARA ONDE IREMOS?!

O Mestre lhe respondeu: ATÉ OS CONFINS DA TERRA!

A IGREJA DE JESUS – O maior empreendimento de todos os tempos!

Apresentaremos, hoje: “Eu edificarei a minha Igreja!”

[VINHETA 2 – A Igreja de Jesus! Até os confins da terra!]

Nas manhãs de Sábado ou Domingo, se você é um cristão, você deve ter o costume de se dirigir à uma igreja, sozinho ou junto com sua família e amigos, para um momento de adoração à Deus.

O que a maioria dos cristãos e os não cristãos não sabem é que a trajetória até estes agradáveis momentos de comunhão que temos, hoje, e tão presentes na cultura do mundo ocidental, foi construído através de uma história de lutas, suor e sangue.

E nesta série nós iremos viajar com você por esta história, principalmente, os 100 primeiros anos que foram decisivos na implantação do maior empreendimento de todos os tempos, criado por Jesus de Nazaré – A Igreja.

Jesus começou seu ministério com 30 anos, ao ser batizado por João Batista no Jordão. Ele escolheu e chamou muitos discípulos e 12 deles foram escolhidos como apóstolos.

Jesus andou com eles, os ensinou e os preparou para o maior empreendimento de todos os tempos, que foi narrado por Mateus, em seu evangelho, no capítulo 16.

Numa conversa íntima com seus discípulos Ele declarou:

– “Sobre a pedra, que nós representamos, Eu vou edificar a minha Igreja. Ela será uma igreja tão exuberante e tão cheia de energia que nem as portas do inferno serão capazes de obstruir o seu avanço”. (Mateus 16:13-20)

Aquela cena era o lançamento de um maravilhoso empreendimento, era o lançamento de uma revolução que incendiaria o primeiro século de nossa era. Este empreendimento trouxe esperança e salvação para todos.

Os passos seguintes foram intensos, os discípulos, que eram pessoas muitos simples, como eu e você, foram transformados pelo Mestre da Galileia. Eles aprenderam que precisavam se conectar à videira verdadeira, que era Jesus, para serem capazes de frutificar seu Evangelho, através de suas vidas.

Jesus os ensinou que o mais importante é o amor:

– “Amem uns aos outros. Assim como amei vocês. Desta maneira todos irão reconhecer que vocês são meus discípulos, quando virem o amor que vocês têm uns pelos outros”.  João (13:34-35)

No entanto, por causa deste empreendimento, Jesus foi julgado e crucificado. Mas, as portas da morte não puderam detê-lo e ao terceiro dia Ele ressuscitou.

Antes de ascender aos céus Ele prometeu um Consolador, o Espírito Santo, que os acompanharia e ensinaria no desenvolvimento deste empreendimento.

[MÚSICA]

Jesus os preparou e os enviou:

– “Vocês receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em toda parte: em Jerusalém, em toda a Judeia, em Samaria e nos lugares mais distantes da terra”. (Atos 1:8)

Eles se mantiveram juntos e orando por este propósito, em Jerusalém, conforme o Mestre pediu. E no dia de Pentecostes, quando eles estavam reunidos, veio do céu um som parecido como um poderoso vendaval, encheu toda a casa e eles não sabiam de onde vinha.

Em seguida, algo semelhante a chamas ou línguas de fogo pousou sobre cada um deles. Eles ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas. (Atos 2:2-4)

Os judeus e pessoas de todas as nações que viviam em Jerusalém, ao ouvirem o som das vozes, correram até lá e ficaram espantados, ao ouvirem, em seu próprio idioma, as coisas maravilhosas que Deus fez. (Atos 2:5,6)

Mas, muitos ficaram céticos com tudo aquilo por que eles eram pessoas simples da Galileia e acharam que eles estavam bêbados.

E Pedro começou a falar ousadamente:

– “Ouçam com atenção, todos vocês, povo da Judeia e habitantes de Jerusalém! Escutem o que eu vou dizer!

Estas pessoas não estão bêbadas, como alguns de vocês estão pensando, por que são apenas nove horas da manhã. Pelo contrário! O que vocês estão vendo foi predito há muito tempo pelo profeta Joel:

– Nos últimos dias, o Senhor derramará seu Espírito sobre todo tipo de pessoa. Seus filhos e suas filhas profetizarão, os jovens terão visões, e os velhos terão sonhos. Até mesmo sobre servos e servas, e eles profetizarão. Mostrarei maravilhas no céu e sinais na terra…

Mas, todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.

Pedro testemunhou sobre tudo o que Jesus de Nazaré fez, seus milagres, maravilhas e sinais. E como ele foi traído e crucificado, e como Deus O ressuscitou e o libertou dos horrores da morte. A morte não foi capaz de segurá-Lo…

E, conforme foi prometido, o Pai lhe deu o Espírito Santo. O mesmo Espírito que Ele derramou sobre nós, como vocês estão vendo e ouvindo hoje…

– Vocês devem se arrepender, para o perdão de seus pecados, e cada um deve ser batizado em nome de Jesus Cristo, para que recebam o dom do Espírito Santo.”

Naquele dia, cerca de três mil pessoas, ficaram convencidas com as palavras de Pedro, foram batizados e passaram a se dedicar de coração ao ensino dos apóstolos, à comunhão, ao partir do pão e à oração com eles.

Havia grande alegria e generosidade em suas reuniões, nos lares. E eles compartilhavam o que possuíam com os necessitados, comiam e louvavam o Senhor juntos. O povo da cidade apreciava o que via. E, a cada dia, o número deles aumentava, com aqueles que o Senhor lhes acrescentava. (Atos 2:1-47)

[MÚSICA]

Na cruz, Jesus consumou sua missão, o véu do santuário foi rasgado de alto a baixo e Ele inaugurou o maior empreendimento de todos os tempos – A Igreja.

Estamos no ano 30 de nossa era, estava começando a revolução que incendiaria o primeiro século.

A partir daquele momento pelo poder do Espírito, o mundo seria colocado de cabeça para baixo diante dos ensinamentos do Mestre da Galileia, através de seus discípulos. É por isso, que a história deste mundo é dividida entre antes e depois do Cristo Vivo.

O cristianismo recebeu do Mestre da Galileia a maior missão de todos os tempos:

– Chegou a hora de vocês irem pelo mundo e anunciar as boas novas para todas as pessoas, de todos os lugares.

Façam discípulos, batizem em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinem a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei.

Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.

Estes sinais acompanharão vocês: em meu nome vocês expulsarão demônios, falarão novas línguas, pegarão em serpentes, e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum, colocarão as mãos sobre os doentes, e eles ficarão curados.

E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”.

E eles foram, cheios de alegria e empoderados pelo Espírito Santo…

Mas, estes foram apenas os primeiros passos do que estava por vir…

[VINHETA 3 – A Igreja de Jesus! O maior empreendimento de todos os tempos!]

SENHOR, PARA ONDE IREMOS?! – Até os confins da terra!


Val, o que aprendeu hoje?!

– Que a Igreja é um projeto de Jesus.

– Jesus criou o projeto da Igreja e seus alicerces… Treinou discípulos e deu a visão do empreendimento… E prometeu que estaria junto com eles… Ele é o que edifica a Igreja

– Eles aceitaram o projeto de Jesus se lançaram nele com todas as suas energias e foram transformados enquanto faziam…

E você, Jonas, o que esta Palavra te ensinou?

– A igreja é mais que um templo ou uma instituição, é uma comunidade. É uma missão… É um projeto de vida…

– Estes foram os primeiros passos… o melhor da história da igreja ainda estava por vir

E o que é a Igreja para você?!

[MÚSICA]

[VINHETA 6 – ESTA É A HISTÓRIA DA IGREJA DE JESUS – O maior empreendimento de todos os tempos!]

No próximo episódio, veremos os primeiros passos dos discípulos na construção da Igreja de Jesus.

E veremos também as primeiras dificuldades e obstáculos do maior empreendimento de todos os tempos.

No próximo episódio venha ver:

A IGREJA DE JESUS – Até os confins da terra!

Meu pai, nós somos gratos e te louvamos por sua graça e misericórdia, por nos criar e pela salvação em Cristo Jesus. Nós te louvamos por nos incluir em seus planos e por aqueles que, antes de nós, lutaram e deram seu suor e sangue para que as boas novas do Evangelho chegassem até aqui.

E oramos, em nome de Jesus, para que o Senhor abençoe a tua Igreja, nos ensine a te servir e abençoe a todos aqueles que nos ouvem.

E todos nós dizemos…

Amém!

[VINHETA 5 – SENHOR, PARA ONDE IREMOS?! – Só o Senhor tem as palavras que dão vida eterna!]

Quer apoiar o Ministério Só Boas Novas?! Acesse www.soboasnovas.com.br e clique no botão DOAR.

E, se você se sentiu abençoado com este episódio, você pode nos ajudar divulgando e compartilhando este e outros materiais do PODCAST SBN. Acesse no site podcast.soboasnovas.com.br, no youtube.com/soboasnovas e nas plataformas de áudios: SoundClound, Spotyfi, Apple e Google.
Então acesse, assine e comente em nossos canais, e, principalmente, compartilhe com seus amigos!

[VINHETA 3 – A IGREJA DE JESUS – O maior empreendimento de todos os tempos!]
Esperamos você no próximo episódio! Até lá!
[VINHETA 4 – FECHAMENTO]
– Jonas de Souza Netto

https://soundcloud.com/soboasnovas/ep-i01-eu-edificarei-a-minha-igreja

Série O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?, produzida pelo Ministério Só Boas Novas para o programa INCOMPARAVELMENTE LINDO exibido na WebRádio MANECO FM

[VINHETA ABERTURA] O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

A RESPOSTA

[VINHETA ABERTURA]

Olá! Este é o último episódio da série: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?! Obrigado por sua companhia nesta jornada! Sejam bem-vindos… Seja bem-vinda Val!

Olá Jonas, Que bom ter vocês no PODCAST SBN…

Através desta série nós procuramos as respostas para a pergunta: 

– O que eu faço para herdar a vida eterna? 

Uma pergunta que atravessou os séculos e foi a grande dúvida de muitas pessoas de todas as classes sociais e econômicas e, talvez, por você…

E a resposta para esta pergunta está na resposta de outra pergunta: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Se você quiser nos conhecer melhor, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple, no Google e no SoundCloud.

Então é só acessar, assinar nossos canais e compartilhar!

Antes de ouvirmos este último episódio, chegou a hora de ouvirmos o nosso parceiro, o Pr. Paulo Matos. Muito obrigado Pr. Paulo. O tema de hoje da série Minuto é: “EVA”

[VINHETA MINUTO] + [VIDEO MINUTO] (ALTERAR)

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
Ele fez muitos milagres Ele transformou água em vinho e multiplicou pães
Ele curou pessoas doentes, cegos, paralíticos Ele pregava sobre um novo Reino
Ele Ressuscitou pessoas mortas Ele tinha muitos seguidores
Ele ensinava umas coisas legais Ele brigou com os líderes religiosos
Ele expulsou demônios Ele era de Nazaré
Ele foi crucificado Ele andou sobre as águas
Ele era odiado por algumas pessoas Ele falava por parábolas

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esta jornada é sobre o Evangelho – O Evangelho como você nunca viu antes!

E o episódio de hoje é A RESPOSTA

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]


Sabe Val, olhando para as narrativas dos Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João a cerca da vida, morte e ressurreição de Jesus, que nós apresentamos resumidamente nos 26 episódios desta série, eu espero que você que está nos ouvindo tenha encontrado as respostas para as perguntas O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS? e O QUE EU FAÇO PARA HERDAR A VIDA ETERNA?


Eu, também, espero… Mas, se ficou alguma dúvida… nós vamos deixar tudo muito claro neste último episódio. Fiquem atentos! Eu aprendi, nesta série, que Jesus foi o Deus encarnado que veio nascer e viver entre nós. Ele veio com uma grande missão: pagar o preço por nossa salvação, um valor impagável. Eu vi que o nosso pecado só poderia ser pago com a morte, com sangue e Ele morreu voluntariamente, na cruz, em nosso lugar.

E mais, Ele veio para viver a vida que poderíamos ter, sem o mal, ou seja, sem o pecado e, tudo isto, para nos mostrar quem é o Pai…

E isto, numa visão ampla e didática e livre de todas distorções e fake news que já foram apresentadas sobre Ele.

O Mestre da Galileia nos ensinou através de todas as suas ações e palavras quem Ele era, e como é e será o seu Reino.

Lembra quando ele começou seu Ministério?! Ele foi até o Jordão para ser batizado. E quando João Batista o avistou, de longe, ele viu em Jesus – o Cordeiro de Deus, aquele que tira o pecado do Mundo.


E após seu batismo, o próprio Deus disse: – Este é o meu filho amado, em que tenho prazer.  
(Deus estava dizendo: Ele veio me representar).


Jesus convidou pessoas comuns para serem seus discípulos, junto ao Mar da Galileia, e era um convite muito simples: – Venha e veja. 

(Tipo, venha ver quem eu sou. Se você quiser ver quem é Jesus, é preciso andar com Ele).

Diante de seus milagres e palavras houveram muitas reações: – Eu era cego e agora eu vejo. 

(Agora eu vejo Jesus, eu vejo salvação, perdão. Quem era curado, via nele alívio para suas dores e sofrimentos).

Mas, os entendidos da Lei diziam: – Ele blasfema, isto não pode vir de Deus, não é lícito fazer estas coisas no sábado. 

(Eles viam apenas Lei e não conseguiriam ver o autor da Lei).

– As multidões ficavam admiradas, boquiabertas, por que ele ensinava com autoridade.

(Eu ouvi uma palavra que me transformou).

Uma vez Ele estava reunido com seus discípulos e perguntou: – O que as pessoas dizem sobre mim? 

(O que as pessoas veem em Jesus?)

– João Batista, Elias, um profeta.

– Qual a opinião de vocês, quem eu sou pra vocês?

– (Pedro viu em Jesus) o Cristo, o filho do Deus vivo. 

(Pedro viu a essência).

O mais importante é que Jesus veio para nos dar a vida. A vida em abundância. 

(Uma maravilhosa proposta para uma vida nova).

Por isso, Ele demonstrou seu poder ao tocar e curar as pessoas. 

Ele sentiu compaixão por nossas dores e sofrimentos e mostrou que pode nos aliviar.

Ele pode tirar o sofrimento através de uma palavra que não reprime, sufoca e mata… mas uma palavra que liberta e salva. 

Ele veio remover a ideia equivocada de um Deus tirano, e mostrar que o Pai nos ama.

Ele viu que vivíamos desgarrados como ovelhas sem pastor e veio em busca de nós.

Jesus é o bom vinho, que ensinou que se estivermos conectados a Ele, teremos a alegria completa.

Jesus é o pão da vida. Multiplicou pães e peixes para alimentar milhares de pessoas. Mas, disse, também, que seu reino não é comida, nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo.

Jesus veio nos convidar para um grande empreendimento: Salvar pessoas. Mostrar ao mundo quem é Jesus, viver amando as pessoas.

Ele ensinou o que era o Reino dos Céus. Um reino que Ele inaugurou, que começa agora e quando Ele voltar, será um Reino Eterno.

Uma vez os discípulos pediram: – Mostra-nos o Pai.

– Quem me vê, vê o Pai. 

(O que você vê em Jesus? Você vê Deus, o Pai).

Infelizmente, muitas pessoas não viram quem é Jesus. Muitos ficaram cegos, apesar das profecias. 

Mas, os pastores, os reis magos do Oriente, encontraram José, Maria e o bebê Jesus em um estábulo e o adoraram.

Eles viram o prometido e saíram falando para as pessoas que o Messias chegou.

Muitas pessoas o tocaram, foram curadas. Muitas pessoas o ouviram e foram transformadas.

Muitas pessoas o rejeitaram, o traíram, o prenderam e o julgaram injustamente.

Muitas pessoas gritaram “Bendito o que vem em nome do Senhor!” E muitas gritaram “Crucifica-o”.

Poucas pessoas estavam aos pés da cruz, muitas zombaram dele e outras só observavam de longe.

Ele nos perdoou por não entender seu sacrifício e a salvação que ele estava ofertando com sua morte:

– Pai perdoa-lhes por que eles não sabem o que estão fazendo.

Na cruz, ele entregou o seu Espírito, consumando sua missão.

E o oficial romano viu que Jesus era “… verdadeiramente era o Filho de Deus!”

Jesus mostrou que era Deus ao ressuscitar o filho da Viúva, a filha de Jairo e seu amigo Lázaro. Mas o mais importante foi que depois do terceiro dia de sua morte, Ele ressuscitou.

E Maria Madalena foi a primeira pessoa a encontra-lo. Ela correu para contar aos discípulos:

– Eu vi o Senhor! Ela viu em Jesus – o Senhor!

Jesus, após a ressurreição, apareceu algumas vezes para seus discípulos e comeu com eles, depois lhes entregou uma grande missão:

– Chegou a hora de vocês irem pelo mundo e anunciar as boas novas para todas as pessoas, de todos os lugares.

Façam discípulos, batizem em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinem a obedecer a tudo o que eu ensinei para vocês. 

Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.

E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”.

E depois, Ele os abençoou e foi elevado aos céus.

O mundo jamais seria o mesmo depois de Jesus de Nazaré. 

Depois que Emamuel, o Deus conosco, veio nascer e viver entre nós.

O véu do santuário foi rasgado de cima a abaixo. E a história do mundo se dividiu entre antes e depois do Cristo Vivo.

No princípio, aquele que é a Palavra já existia. A Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus.

Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito. Nele estava a vida, e sua vida trouxe luz a todos.

A sua luz brilhou na escuridão, e a escuridão não pode detê-la.

O que você vê em Jesus? Ele é o verbo, a palavra, o texto, o tecido que não se rasga. (João 1:1-5)

Jesus falou muitas coisas sobre o Reino dos Céus e as pessoas ficaram encantadas.

Por isso muitas pessoas ao longo da história perguntaram: O QUE EU FAÇO PARA HERDAR A VIDA ETERNA?

Certa vez foi NICODEMOS, um sacerdote, um doutor da lei, depois foi um jovem príncipe que era muito rico, e os mestres da lei também perguntaram…

E a resposta para esta pergunta é muito clara e simples: é NADA, não precisa fazer nada, não pode ser comprada. 
E isto tem sido muito difícil para ser entendido por muitas pessoas. Aceitar a GRAÇA. Aceitar que Ele veio para pagar o preço, que Sua vida e morte foram o bastante para nos salvar.

Saiba que Ele vive e por que ele vive podemos crer no amanhã. Podemos crer que Ele virá e nos dará uma vida nova, uma cidade nova e viverá conosco para sempre.

O que você vê em Jesus?

“Um Pai que amou tanto o mundo que deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3:16)

Um Deus que prometeu:

“Não fiquem com o coração aflito. Creiam em Deus, creiam também em mim. Eu vou preparar lugar para vocês e, quando tudo estiver pronto, virei buscá-los, para que estejam sempre comigo, onde eu estiver”. (Jo 14:1-3)

Jesus fez muitas outras coisas. Se todas fossem registradas, suponho que nem o mundo inteiro poderia conter todos os livros que seriam escritos. (Jo 21:25)

E os evangelhos se completam com uma história maravilhosa.

A história do que Jesus fez em sua vida!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


Eu vi o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Eu vi o Cristo, o filho do Deus vivo.

Eu era cego, mas agora eu posso vê-lo. Ele me chamou e eu o Vi. Eu ouvi sua palavra e ela me transformou.

Ele viu meu sofrimento e me curou. Eu encontrei nEle a alegria para minha vida. Eu vi que Ele era Deus.

Eu vi que ele era verdadeiramente o filho de Deus. Ele ressuscitou: Eu vi o Senhor. Eu vi a salvação.

Muitas ainda não O viram.

E muitas pessoas precisam ver em Jesus, a esperança e a salvação que Ele é, através da história do que Ele fez em sua vida.

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


Encontre nos evangelhos, a maior história de amor de todos os tempos.

E, o verdadeiro caminho para ser feliz e para viver o reino eterno. 

Esta é a jornada do Evangelho: O evangelho como você nunca viu antes.

Meu pai, bondoso Tu és! Nós te louvamos por sua palavra! Nós te louvamos por que Jesus veio nascer e viver entre nós. E por isso, entendemos melhor seu amor, sua graça e salvação! E somos gratos por esta jornada de conhecimento nos evangelhos e, em nome de Jesus, queremos que a benção transformadora da sua palavra alcance as vidas do meu irmão e da minha irmã que estão nos ouvindo… Amém!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Você pode nos encontrar, nos conhecer, rever e compartilhar esta série, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple, no Google e no SoundCloud.

E, se você se sentiu abençoado com este Podcast, então acesse, assine e comente em nossos canais, e, principalmente, compartilhe com seus amigos!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Em breve, nos encontraremos na próxima Série do PODCAST SBN! Até lá!

[VINHETA FECHAMENTO] 

– Jonas de Souza Netto

https://soundcloud.com/soboasnovas/a-resposta

Série O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?, produzida pelo Ministério Só Boas Novas para o programa INCOMPARAVELMENTE LINDO exibido na WebRádio MANECO FM

[VINHETA ABERTURA] O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

ELE VIRÁ!

[VINHETA ABERTURA]

Olá! Está na hora de mais um episódio da série: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?! Obrigado por estar conectado conosco! Sejam bem-vindos… Seja bem-vinda Val!

Olá Jonas, …

Sabe Val, esta série é uma jornada para responder a pergunta:

– O que eu faço para herdar a vida eterna?

E esta pergunta já foi feita por muitas pessoas de todas as classes sociais e econômicas e, talvez, por você…

Por isso, é que podemos dizer que a sua resposta tem tudo a ver com: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Se você quiser nos conhecer melhor, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

Então é só acessar, assinar nossos canais e compartilhar!

Antes de ouvirmos o episódio de hoje, chegou a hora da Série MINUTO com o nosso parceiro, o Pr. Paulo Matos: “SELEÇÃO”

[VINHETA MINUTO] + [VIDEO MINUTO] (ALTERAR)

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
Ele fez muitos milagres Ele transformou água em vinho e multiplicou pães

Ele curou pessoas doentes, cegos, paralíticos Ele pregava sobre um novo Reino

Ele Ressuscitou pessoas mortas Ele tinha muitos seguidores

Ele ensinava umas coisas legais Ele brigou com os líderes religiosos

Ele expulsou demônios Ele era de Nazaré

Ele foi crucificado Ele andou sobre as águas

Ele era odiado por algumas pessoas Ele falava por parábolas

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esta jornada é sobre o Evangelho – O Evangelho como você nunca viu antes!

E o episódio de hoje é ELE VIRÁ!

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

O processo que se iniciou após a ascensão de Jesus e foi ensinado por Ele é a expansão do seu Reino aqui na Terra. É a preparação para sua segunda vinda e a implantação do Reino Eterno.

Foi isso que Ele mesmo prometeu:

– “Não fiquem com o coração aflito. Creiam em Deus, creiam também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas, e eu vou preparar um lugar para vocês. Se não fosse assim, eu já lhes teria dito. E, depois que eu for e preparar um lugar para vocês, voltarei e os levarei comigo para que onde eu estiver vocês estejam também”. (João 14:1-3)

A preparação para futuro é o grande desafio da caminhada do Cristão. E o Mestre da Galileia deixou um ensinamento muito profundo sobre isto, na Parábola das 10 virgens, escrita por Mateus, no Capítulo 25.

O cenário desta parábola é a preparação para um casamento e envolvem dez virgens que iriam acompanhar o noivo para a festa, conforme era o costume da época.

Elas, então, pegaram suas lamparinas e saíram para se encontrar com ele. As lamparinas serviriam para iluminar o caminho do noivo até a casa da noiva. O problema ocorre por que cinco delas foram imprudentes e não levaram óleo suficiente em suas lamparinas. No entanto, as outras cinco foram sensatas e levaram óleo de reserva.

Apesar disto, tudo estaria bem se o noivo chegasse antes da meia noite. Mas, o noivo demorou a chegar. Demorou tanto que elas ficaram com sono e adormeceram.

Quando chegou a meia-noite, elas foram acordadas com um grito:

– Vejam, o noivo está chegando! Saiam para recebê-lo!

Elas acordaram assustadas e foram preparar suas lamparinas.

Foi aí que as cinco insensatas perceberam que não tinham óleo suficiente em suas lamparinas e foram pedir às outras:

– Por favor, nos deem um pouco de óleo, por que as nossas lamparinas estão se apagando.

– Desculpem, mas só temos o suficiente para nós. Vão e tentem comprar óleo para vocês.

E enquanto elas estavam tentando comprar o óleo, o noivo chegou. Assim, as cinco que estavam preparadas acompanharam o noivo até o banquete de casamento. E, depois de entrarem, a porta foi trancada.

Passado algum tempo, as outras cinco finalmente chegaram e encontraram a porta fechada. E do lado de fora, gritaram:

– Senhor! Senhor! Abra-nos a porta! Deixe-nos entrar!

– Desculpe, mas eu não conheço vocês.

E no final da parábola o Mestre reforçou:

– Vocês devem ficar atentos e vigiar, por que vocês não sabem quando o noivo vai chegar. (Mateus 25:1-13)

Jesus é o Noivo da parábola. E as 10 virgens representam os cristãos remanescentes na sua segunda vinda.

O Mestre da Galileia profetizou que haveria uma grande tribulação no fim dos tempos. E os cristãos deveriam se cuidar para não serem enganados. Por isso, enquanto as 5 virgens prudentes representam os fiéis, as 5 virgens loucas são aqueles cristãos que vivem de aparências e que abandonaram os ensinamentos da Palavra.

Todas as dez eram virgens, ou seja, todas elas eram religiosas, mas a religiosidade não é o bastante. É preciso o azeite. O azeite que representa o Espírito Santo, o Consolador enviado por Jesus. A luz de quem estiver conectado com Ele não se apagará. E isto é algo pessoal não dá para dividir com ninguém.

As virgens tolas e as sábias são como o joio e o trigo, crescerão juntas, mas no final suas diferenças serão visíveis.

E quando chegar o dia do juízo, quando Jesus voltar, Ele receberá todos aqueles que se mantiveram firmes nos seus ensinamentos para a Grande Festa, o banquete das Bodas do Cordeiro. E, então, a porta será fechada.

Por isso, o Mestre alertou:

– “Fiquem vigiando, por que vocês não sabem o dia que o Senhor virá…

Portanto, estejam sempre preparados, Ele virá quando vocês menos esperam. (Mateus 24:36-46)

E quando Ele voltar, “muitos dirão:

– Senhor! Senhor! Nós profetizamos em teu nome, nós expulsamos demônios em teu nome e nós realizamos muitos milagres em teu nome!

– Eu não conheço vocês. Afastem-se de mim, vocês que vivem de aparências e só fazem coisas para se enaltecer!” (Mateus 7:22,23)

Depois que o mestre ascendeu ao Céu, os discípulos voltaram para Jerusalém, cheios de alegria, se reuniram em uma casa e oravam juntos com um só propósito.

Eles, também, escolheram Matias para substituir Judas Iscariotes. E, reunidos com eles, estavam algumas mulheres, Maria, mãe de Jesus, os irmãos dele e cerca de 120 discípulos.

E no dia de Pentecostes, enquanto oravam, de repente, veio do céu um som como o de um poderoso vendaval e eles não sabiam de onde vinha. E aquele som encheu a casa onde eles estavam sentados.

Em seguida, como se fosse um fogo, semelhantes a chamas ou línguas de fogo, pousou sobre cada um deles.

Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, enquanto o Espírito se espalhava no meio deles.

Haviam naquela época, muitos judeus e peregrinos do mundo inteiro que viviam em Jerusalém. E quando as pessoas ouviram aquele som e as vozes, correram até lá para verificar o que estava acontecendo.

Ao ouvirem eles falando em sua língua materna, ficaram admirados e espantados:

– “Como isto é possível? Estes homens são galileus?

– Como é que podem estar falando em tantas línguas diferentes?!”

“E ali estavam elamitas, partos, medos, habitantes da Mesopotâmia, da Judeia, da Capadócia, do Ponto, da província da Ásia, da Frígia, da Panfília, do Egito e de regiões da Líbia próximas a Cirene, visitantes de Roma, judeus, cretenses e árabes. E todos eles, perplexos, ouviam em sua própria língua as coisas maravilhosas que Deus fez!

– O que está acontecendo aqui?!

– Eles estão bêbados!”

E Pedro tomou a palavra e pronunciou ousadamente:

– “Ouçam com atenção, todos vocês, povo da Judeia e habitantes de Jerusalém! Escutem o que eu vou dizer!

Estas pessoas não estão bêbadas, como alguns de vocês estão pensando, por que são apenas nove horas da manhã. Pelo contrário! O que vocês estão vendo foi predito há muito tempo pelo profeta Joel:

– Nos últimos dias, o Senhor derramará seu Espírito sobre todo tipo de pessoa. Seus filhos e suas filhas profetizarão, os jovens terão visões, e os velhos terão sonhos. Até mesmo sobre servos e servas, e eles profetizarão. Mostrarei maravilhas no céu e sinais na terra…

Mas, todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.

“Ouçam todos! Jesus, o nazareno, enviado por Deus, realizou milagres, maravilhas e sinais, como vocês bem sabem.

Ele foi traído e entregue, conforme era o plano de Deus. E, vocês, Judeus com a ajuda de gentios que desconheciam a lei, o pregaram numa cruz e o mataram. Mas, Deus O ressuscitou, libertando-O dos horrores da morte. A morte não foi capaz de segurá-Lo…

É desse Jesus que Deus ressuscitou, que nós somos testemunhas. Ele foi exaltado a um lugar de honra e está à direita de Deus. E, conforme foi prometido, o Pai lhe deu o Espírito Santo, que Ele derramou sobre nós, como vocês estão vendo e ouvindo hoje…

“Portanto, saibam todos que estão aqui que o Jesus, que vocês crucificaram, Deus fez Senhor e Cristo!”

– Irmãos, o que devemos fazer?

– Vocês devem se arrepender, para o perdão de seus pecados, e cada um deve ser batizado em nome de Jesus Cristo, para que recebam o dom do Espírito Santo.”

Naquele dia, cerca de três mil pessoas, ficaram convencidas com as palavras de Pedro, foram batizados e passaram a se dedicar de coração ao ensino dos apóstolos, à comunhão, ao partir do pão e à oração com eles.

Todos ficavam admirados com os sinais e maravilhas que os apóstolos realizavam. E aqueles que criam se juntavam a eles, compartilhavam o que possuíam, vendiam propriedades e bens e repartiam o dinheiro com os necessitados e adoravam juntos no templo diariamente.

Havia grande alegria e generosidade em suas reuniões, nos lares. E eles comiam e louvavam a Deus juntos. O povo da cidade apreciava o que via. E, a cada dia, o número deles aumentava, com aqueles que o Senhor lhes acrescentava. (Atos 2:1-47)

Estava começando a maior revolução de todos os tempos. A partir daquele momento pelo poder do Espírito, o mundo seria colocado de cabeça para baixo diante dos ensinamentos do Mestre da Galileia. E a história seria dividida entre antes e depois do Cristo Vivo.

– Vocês receberão poder do Espírito Santo e quando ele vier, vocês serão minhas testemunhas em toda parte: em Jerusalém, em toda a Judeia, em Samaria e até nos lugares mais distantes da terra. (Atos 1:8)

Já se passaram mais de dois mil anos, a vida, morte e ressurreição de Jesus de Nazaré, não só marcaram a história, mas suas palavras ecoam até hoje, transformando vidas e nos enchendo de esperança pela sua Volta.

Por que Jesus veio nascer e viver entre nós. Por que o Emanuel, a Estrela da Manhã, o Cordeiro de Deus, o Pão da vida, o Príncipe da paz, o Grande El Shaddai, o Santo de Israel, a Luz do mundo veio para que “tenhamos vida e vida em abundância”. E virá “com grande poder e glória e com seus anjos reunirá os escolhidos de todas as partes do mundo, dos confins da terra até os confins do céu”.

– Sim, eu virei em breve! (Marcos 13:24-27, Apocalipse 22:20)

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


As 5 virgens tolas não se prepararam para receber o Noivo, mas as 5 virgens sábias estavam prontas e participaram do seu Grande Banquete.

Os discípulos reunidos, oraram com propósito e viram o Espírito, como chamas de fogo, lhes dar o poder para a maior missão de todos tempos.

Muitas pessoas que viram isto se convenceram, foram transformadas e acrescentadas aos discípulos.

Muitas pessoas ainda não o viram.

E muitas pessoas esperam pela volta do Mestre e para a grande festa.

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


No próximo episódio veremos a resposta para as grandes perguntas: “O que você vê me Jesus?” e “O que eu faço para herdar a vida eterna?”.

E, veremos, também, que a oportunidade de transformação ainda está disponível para todo aquele que crer.

E você? O que você vê em Jesus?

O que você vê em Jesus responderá a grande pergunta: O QUE EU FAÇO PARA HERDAR A VIDA ETERNA!?

Esta jornada é sobre o Evangelho: O evangelho como você nunca viu antes.

Meu pai, bondoso Tu és! Nós te louvamos por que a graça da salvação em Cristo Jesus nos alcançou! E por esta graça e em nome de Jesus, nós declaramos uma benção sobre a vida do meu irmão e da minha irmã que estão nos ouvindo… Amém!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
Você pode nos encontrar, nos conhecer, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

E, se você se sentiu abençoado com este Podcast, então acesse, assine e comente em nossos canais, e, principalmente, compartilhe com seus amigos!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
Esperamos você no próximo episódio! Até lá!

[VINHETA FECHAMENTO]
– Jonas de Souza Netto

https://soundcloud.com/soboasnovas/ele-vira

Série O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?, produzida pelo Ministério Só Boas Novas para o programa INCOMPARAVELMENTE LINDO exibido na WebRádio MANECO FM

[VINHETA ABERTURA] O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

A AULA MAGNA DE JESUS

[VINHETA ABERTURA]

Olá! Está na hora de mais um episódio da série: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?! Obrigado por estar conectado conosco! Sejam bem-vindos… Seja bem-vinda Val!

Olá Jonas, …

Sabe Val, esta série é uma jornada para responder a pergunta:

– O que eu faço para herdar a vida eterna?

E esta pergunta já foi feita por muitas pessoas de todas as classes sociais e econômicas e, talvez, por você…

Por isso, é que podemos dizer que a sua resposta tem tudo a ver com: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Se você quiser nos conhecer melhor, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

Então é só acessar, assinar nossos canais e compartilhar!

Antes de ouvirmos o episódio de hoje, chegou a hora da Série MINUTO com o nosso parceiro, o Pr. Paulo Matos: “RECONHECIMENTO”

[VINHETA MINUTO] + [VIDEO MINUTO] (ALTERAR)

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
Ele fez muitos milagres Ele transformou água em vinho e multiplicou pães

Ele curou pessoas doentes, cegos, paralíticos Ele pregava sobre um novo Reino

Ele Ressuscitou pessoas mortas Ele tinha muitos seguidores

Ele ensinava umas coisas legais Ele brigou com os líderes religiosos

Ele expulsou demônios Ele era de Nazaré

Ele foi crucificado Ele andou sobre as águas

Ele era odiado por algumas pessoas Ele falava por parábolas

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esta jornada é sobre o Evangelho – O Evangelho como você nunca viu antes!

E o episódio de hoje é A AULA MAGNA DE JESUS

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

As aulas magnas acontecem sempre no início de um curso e muitas instituições de ensino costumam ter esta tradição.

No primeiro dia de aula do meu curso de administração de empresas, eu tive uma nova experiência. Todos os alunos daquele curso foram convidados para ir ao auditório principal da faculdade por que teríamos uma aula especial. Seria uma Aula Magna e um importante político da época foi convidado para ministra-la. Foi um momento marcante e motivador para mim e pude guardar instruções valiosas para meu curso e para minha vida de administrador.

Outro exemplo de aula marcante foi na Universidade Stanford, nos Estados Unidos em 2005. Na realidade o curso já tinha terminado e foi ministrada pelo surpreendente Steve Jobs. Creio que aquele discurso de formatura foi a melhor aula para aqueles alunos.

Este discurso se tornou famoso, é sempre citado pela mídia do mundo todo e tem algumas partes marcantes, como esta:

“Nosso tempo é limitado e, por isso, não devemos desperdiçá-lo vivendo uma vida que não seja a nossa. Não se deixem aprisionar pelo dogma – que equivale a viver de acordo com os resultados do pensamento de outra pessoa. Não deixem o ruído da opinião alheia afogar a voz que vem do interior de cada um de vocês. E agora que vocês estão se formando para dar início a um novo começo, é isso que desejo a vocês. Continuem esfomeados. Continuem bobos.”

Posso imaginar o brilho dos olhos daqueles formandos bebendo as palavras de Steve Jobs.

Podemos ver no Ministério de Jesus como Ele atraiu e convidou seus alunos – os discípulos, e como Ele ministrava as aulas. Eles ficavam embevecidos com a grandeza de Seus ensinamentos. Jesus não tinha somente a melhor didática que um professor jamais poderia ter, mas, também, Ele tinha o melhor conteúdo programático e as palavras certas.

Seus ensinos deram uma nova visão de mundo para seus alunos e para as e pessoas que O seguiam.

E depois que Jesus lhes ensinava “… as multidões estavam maravilhadas com o seu ensino, porque ele as ensinava como quem tem autoridade…” e até os guardas declararam “… Ninguém jamais falou da maneira como esse homem fala…” (Mateus 7:28-29, João 7:46)

Aquele, certamente, foi o melhor curso universitário de todos os tempos.  Na realidade é como se cada aula de Jesus fosse uma Aula Magna. E Ele dizia: “Aprendei de mim por que sou manso e gentil…”

Certa vez ele estava em Nazaré, na cidade onde havia sido criado. No sábado, Ele foi à uma Sinagoga e se levantou para ler. Então ele abriu o livro do profeta Isaías e leu:

– “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos e proclamar o ano da graça do Senhor” (Lucas 4:17-19).

E isto é a essência do ensino de Jesus… é o que os educadores de hoje chamam de educação libertadora ou educar para a condição humana.

Então, eu fiquei analisando algumas de Suas aulas para tentar imaginar qual seria a Sua Aula Magna, aquela que poderia ser a mais importante e marcante de todas as Suas aulas.

Afinal qual seria a Aula Magna de Jesus?

O curso de Jesus teve alunos regulares, os discípulos, mas também era aberto para alunos novos, as vezes ocasionais. O Seu método de ensino incluía vários tipos de aula. Algumas vezes Ele deu aulas particulares (como Nicodemos, a Mulher Samaritana, o Jovem Rico, Zaqueu), outras vezes direcionadas especialmente para seus alunos mais próximos (seus discípulos) e outras vezes para uma grande multidão (no sermão da montanha e no templo).

Jesus era um professor lúdico e o que Ele ensinava era capaz de transformar a vida das pessoas e ser colocado em prática imediatamente.

O ensino de Jesus era baseado no confronto das fraquezas e problemas da vida das pessoas com a proposta de mudança para a uma nova vida e a beleza de uma vida eterna.

Em seus ensinos, Jesus, mostrava a esperança e o propósito para a vida de cada aluno. Ele conseguia atingir a todos, crianças, jovens, adultos, idosos, pessoas simples, ricas ou cultas. Ninguém que se aproximava de Jesus saia de mãos vazia.

Por isso, quando Jesus visitou a casa de Lázaro, Maria e Marta… Maria correu e “se sentou aos pés de Jesus e ouvia tudo o que ele ensinava”. (Lucas 10:39)

Depois de observar as grandiosas aulas do professor Jesus, estava muito difícil encontrar Sua Aula Magna… até que eu cheguei à última aula. Então eu percebi toda a grandeza do Mestre Jesus…

Os discípulos partiram para a Galileia e foram até o monte que Jesus escolhera para o último encontro. Eles estavam inseguros. O curso chegara ao fim e o Mestre iria embora. Qual seria o próximo passo? Como seriam suas vidas longe da sala de aula, longe do Mestre? Havia muitas incertezas no ar.

Então, o Mestre Jesus em seu último momento na terra, aparece para seus discípulos para sua última aula, a Aula Magna e eles o adoraram.

Depois de comer com eles, deu-lhes a seguinte ordem:

– “Não saiam de Jerusalém até o Pai enviar a promessa, como Eu já disse para vocês. João batizou com água, mas dentro de poucos dias vocês serão batizados com o Espírito Santo”. (Atos 1:4,5)

Eles estavam ansiosos por suas palavras. Diferente da tradição de um curso universitário normal, a Aula Magna do curso de Jesus foi na última aula. Não era um auditório suntuoso e o palestrante não era alguém ilustre da época, mas o próprio Mestre Jesus, na montanha.

Ele começou dizendo:

– “Toda a autoridade no céu e na terra me foi dada”.

O discurso não foi longo, mas as palavras foram diretas ao ponto. Foram palavras capazes de incendiá-los para a maior missão da Terra. São palavras que ecoam e motivam os novos discípulos, a cada dia, até hoje.

Eles estavam assentados e Jesus pode, por um momento, fitar os seus olhos e sentir os seus corações…

Jesus prometeu que eles não estariam sozinhos que enviaria um Consolador – O Espírito Santo.

E, em seguida, lhes entregou a maior missão de todos os tempos:

– Chegou a hora de vocês irem pelo mundo e anunciar as boas novas para todas as pessoas, de todos os lugares.

Façam discípulos, batizem em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinem a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei.

Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado.

Estes sinais acompanharão vocês: em meu nome vocês expulsarão demônios, falarão novas línguas, pegarão em serpentes, e, se beberem algum veneno mortal, não lhes fará mal nenhum, colocarão as mãos sobre os doentes, e eles ficarão curados.

E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”.

Na verdade, Jesus só estava dizendo para eles que as próximas aulas era salvar pessoas.

Quando o Senhor Jesus acabou de falar com eles, levantou as mãos para o céu e os abençoou.

Em seguida foi elevado numa nuvem para o céu até que os discípulos não conseguiram mais vê-Lo.

Eles ficaram ali parados olhando para o céu, até que dois homens vestidos de branco apareceram de repente no meio deles e disseram:

– “Homens da Galileia, por que estão aí parados, olhando para o céu? Esse Jesus que vocês viram ser levado para o céu, voltará. Ele voltará do mesmo modo como vocês viram subir!”

Então, eles voltaram para Jerusalém, que ficava a cerca de um quilômetro de distância, adorando e cheios de alegria. (Baseado em Marcos 16:15-20, Mateus 28:16-20, Lucas 24:49-53 e Atos 1:1-12)

Eu gostaria muito de ter assistido esta Aula Magna de Jesus. Olhar para os alunos – os discípulos, que ali estavam, e observar o brilho de seus olhos. Ver o desejo deles de sair correndo para pregar, fazer discípulos, batizar…

Quando eu leio estas palavras este desejo toma conta do meu coração, também…

O discípulo de hoje deve ir a todos os lugares e a todas as pessoas, movido pela compaixão que o Mestre nos ensinou:

– “Ao ver as multidões, teve compaixão delas, porque estavam aflitas e desamparadas, como ovelhas sem pastor”. (Mateus 9:36)

Por que Ele “deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade”. (1Tm 2:4)

E quando “este evangelho do Reino for pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então virá o fim”. (Mateus 24:14)

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


Os discípulos receberam do Mestre o melhor curso universitário de todos os tempos e viram transformação em seu ensino.

As multidões ao ouvir as palavras de Jesus ficavam maravilhadas por que viram que Ele ensinava com autoridade.

Os discípulos viram na missão que o Mestre lhes entregou, a urgência para anunciar as boas novas para todas as pessoas, de todos os lugares.

Muitas pessoas ainda não O viram.

E os discípulos ficaram em Jerusalém, esperando para receber o poder para a missão que revolucionaria o mundo até os dias de hoje.

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


No próximo episódio, veremos o início da maior revolução de todos os tempos.

E, veremos, também, por que a história do mundo se divide entre antes depois do Cristo Vivo.

E você? O que você vê em Jesus?

O que você vê em Jesus responderá a grande pergunta: O QUE EU FAÇO PARA HERDAR A VIDA ETERNA!?

No próximo episódio venha ver: O evangelho como você nunca viu antes.

Meu pai, bondoso Tu és! Nós te louvamos por que a graça da salvação em Cristo Jesus nos alcançou! E por esta graça e em nome de Jesus, nós declaramos uma benção sobre a vida do meu irmão e da minha irmã que estão nos ouvindo… Amém!


O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Você pode nos encontrar, nos conhecer, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

E, se você se sentiu abençoado com este Podcast, então acesse, assine e comente em nossos canais, e, principalmente, compartilhe com seus amigos!


O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esperamos você no próximo episódio! Até lá!


[VINHETA FECHAMENTO]

– Jonas de Souza Netto

https://soundcloud.com/soboasnovas/a-aula-magna-de-jesus-1

Série O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?, produzida pelo Ministério Só Boas Novas para o programa INCOMPARAVELMENTE LINDO exibido na WebRádio MANECO FM

[VINHETA ABERTURA] O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

PEDRO E JUDAS – Parte 3

[VINHETA ABERTURA]

Olá! Está na hora de mais um episódio da série: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?! Obrigado por estar conectado conosco! Sejam bem-vindos… Seja bem-vinda Val!

Olá Jonas, …

Sabe Val, esta série é uma jornada para responder a pergunta:

– O que eu faço para herdar a vida eterna?

E esta pergunta já foi feita por muitas pessoas de todas as classes sociais e econômicas e, talvez, por você…

Por isso, é que podemos dizer que a sua resposta tem tudo a ver com: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Se você quiser nos conhecer melhor, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

Então é só acessar, assinar nossos canais e compartilhar!

Antes de ouvirmos o episódio de hoje, chegou a hora da Série MINUTO com o nosso parceiro, o Pr. Paulo Matos: “IGREJA”

[VINHETA MINUTO] + [VIDEO MINUTO] (ALTERAR)

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
Ele fez muitos milagres Ele transformou água em vinho e multiplicou pães

Ele curou pessoas doentes, cegos, paralíticos Ele pregava sobre um novo Reino

Ele Ressuscitou pessoas mortas Ele tinha muitos seguidores

Ele ensinava umas coisas legais Ele brigou com os líderes religiosos

Ele expulsou demônios Ele era de Nazaré

Ele foi crucificado Ele andou sobre as águas

Ele era odiado por algumas pessoas Ele falava por parábolas

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esta jornada é sobre o Evangelho – O Evangelho como você nunca viu antes!

E o episódio de hoje é PEDRO E JUDAS – Parte 3

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

A história de Jesus foi registrada em 4 evangelhos, escritos por Mateus, Marcos, Lucas e João. Os 4 livros são parecidos, por isso, são chamados sinóticos, mas possuem diferenças importantes.

O evangelho de Marcos, provavelmente, tenha sido o primeiro a ser escrito, por volta do ano 45 depois de Cristo, e se tornou uma fonte para os demais.

Os autores não estavam preocupados com a ordem cronológica dos fatos e, por isto, algumas histórias se apresentam em momentos diferentes nas narrativas. No entanto, a grande diferença entre eles está no propósito, no destino para quem cada evangelista escreveu.

O evangelho de Marcos foi escrito numa linguagem mais simples, ele apresenta Jesus como um servo sofredor e está preocupado em atingir os romanos e os gentios, aqueles que não eram Judeus. Ele apresenta um Jesus dinâmico, em ação, realizando muitos milagres e curas, que veio para servir as pessoas e entregar a sua vida para o resgate de muitos. Marcos, ou João Marcos, era sobrinho de Barnabés e foi, provavelmente um dos 70 discípulos de Jesus. Ele aparece, também, junto com os discípulos no Livro de Atos.

Mateus, ou Levi Mateus, era um cobrador de impostos e foi chamado por Jesus para ser seu discípulo. Ele foi, portanto, uma testemunha ocular do Mestre e apresenta um evangelho baseado na sua vivência como discípulo. O seu propósito é mostrar que Jesus é o Messias para os Judeus. Por isso, encontramos em sua narrativa várias referências das tradições judaicas e citações das profecias do antigo testamento. Jesus é citado, por ele, como o Filho de Davi, como o Filho de Abraão, como o prometido.

Lucas era um médico e escreveu seu evangelho por encomenda de Teófilo, uma pessoa influente e importante da época, por volta do ano 60 de nossa era. É um evangelho mais preciso, feito a partir de uma pesquisa. Ele não foi um dos discípulos de Jesus diretamente e sua narrativa é de um historiador da igreja, preocupado com fatos históricos.

Ele deve ter conversado com muitas testemunhas oculares que viram Jesus. Lucas apresenta Jesus como um homem perfeito, que nunca pecou, completamente Deus e ao mesmo tempo completamente homem. Ele escreveu, também o livro de Atos, como uma continuação de seu evangelho.

Depois temos o quarto evangelho, escrito por João, que era o discípulo amado de Jesus, escrito por volta ano 90 de nossa era. O evangelho de João é distinto e diferente de todos os outros e, possivelmente, o mais preferido. É um evangelho denso teologicamente e filosoficamente. Ele mostra que Jesus é Deus e ele não se preocupa em contar tudo o que Jesus fez, todos os milagres. Ele queria apenas mostrar, para todas a pessoas, que Jesus é Deus e que Ele tem autoridade. O foco de suas narrativas está nos encontros e diálogos de Jesus com as pessoas, nos confrontos para a transformação.

A palavra Evangelho vem do grego “evangelion” e significa boas notícias, boas novas.

O grande valor dos quatro evangelhos é que eles foram escritos antes do primeiro século depois de Jesus e, portanto, são escritos muito recentes e próximos à fonte original, o que os torna historicamente muito confiáveis.

As trajetórias dos discípulos, Pedro e Judas, possuem muitas semelhanças e, também, importantes diferenças. Eles tinham uma visão equivocada de sua missão e do próprio Cristo. Eles imaginavam que o Mestre provocaria uma revolução para estabelecer um Reino terrestre e estavam dispostos a tudo por isto.

Pedro era um pescador, uma pessoa muito simples, mas era corajoso e inseguro e, muitas vezes, precipitado. E Judas era, aparentemente, o mais preparado de todos os discípulos, gozava da confiança de todos e, por isso, se tornou o tesoureiro do grupo.

Enquanto Pedro era um livro aberto, que fazia o que pensava e com muitos altos e baixos, Judas, por outro lado, não era uma pessoa transparente e escondia dentro si seus verdadeiros desejos.

Ambos eram pessoas que tinham problemas a serem tratados e o Mestre era a solução deles. No entanto, foi nos passos finais do Ministério de Jesus que a diferença entre eles apareceria, por que ninguém é definitivamente bom ou ruim até que tudo termine.

Ambos traíram e negaram Jesus, conforme o Mestre mesmo profetizou. E, diante da culpa e do remorso fugiram.

Judas tentou resolver o seu erro, devolvendo as 30 moedas de pratas recebidas pela traição, mas os sacerdotes não aceitaram… Se sentiu incapaz de ser perdoado e pôs fim a sua trajetória, se enforcando.

Pedro fugiu e se escondeu. Mas, sofria com o peso da culpa por ter negado o Mestre 3 vezes. Apesar da ressureição de Jesus, ele ainda se consumia pelo remorso e se enchia com muitas dúvidas em seu coração. Será que o Mestre ainda o via como um discípulo?! Apesar do seu aparecimento no meio deles… Ele se sentia profundamente indigno e não via solução para isso!

Depois que Jesus apareceu pela segunda vez para os discípulos, Pedro virou para eles e disse:

– “Vou pescar”

– “Nós também vamos”

Pedro decidiu voltar à sua velha vida de pescador de peixes, abandonando a nova identidade que o Mestre lhe dera de pescador de homens.

Chegando lá, pegaram o barco e foram pescar. Mas, não pegaram nada a noite toda.

Quando amanheceu, Jesus apareceu na praia, mas eles não o reconheceram. E Ele gritou para eles:

– “Filhos, por acaso vocês têm peixe para comer?”

– “Não. Não pegamos nada.”

– “Que tal, lançar a rede do lado direito do barco?!”

Eles toparam fazer o que Ele sugeriu. E, de repente, havia tantos peixes na rede que eles não conseguiam puxá-la.

 João percebeu o que estava acontecendo e se virou para Pedro e disse:

– “Pedro, é o Senhor!”

Quando Simão Pedro ouviu isto, se vestiu e saltou na água e foi até Ele. Enquanto os outros discípulos arrastavam a rede carregada de peixes com o barco e levavam até a praia.

Quando eles chegaram lá, encontraram um braseiro, e sobre ele havia peixe e pão assando. E o Mestre virou para eles e disse:

– “Tragam alguns dos peixes que vocês acabaram de pegar”.

Simão Pedro os ajudou a arrastar a rede para a praia e havia nela 153 peixes grandes. E Jesus os chamou:

– “Venham comer!”

E nenhum dos discípulos teve coragem de perguntar: “Quem é você?”, por que sabiam que era o Senhor.

Então Jesus lhes serviu o pão e o peixe.

O Mestre estava lhes ensinando que Ele era tudo o que precisavam.

Esta era a terceira vez que Jesus aparecia para eles depois da ressurreição. E depois da refeição, Jesus se aproximou de Pedro, para a mais importante conversa de sua vida:

– “Simão, filho de João, você me ama mais do que estes?”

– “Sim, Senhor. O senhor sabe que eu o amo”.

– “Então alimente meus cordeiros”.

Jesus olhando para ele, repetiu a pergunta:

– “Simão, filho de João, você me ama?”

– “Sim, Senhor. O senhor sabe que eu o amo”.

– “Então cuide de minhas ovelhas”

E pela terceira vez, Ele perguntou:

– “Simão, filho de João, você me ama?”

Pedro ficou triste naquele momento, porque o Mestre insistia em lhe perguntar pela terceira vez:

– “O Senhor sabe de todas as coisas. Sabe que eu o amo”.

– “Então alimente minhas ovelhas”.

E continuou

“Vou contar uma verdade para você Pedro: quando você era jovem, podia agir como bem entendia, se vestia e ia aonde queria. Mas, quando você for velho, estenderá as mãos e outros o vestirão e o levarão aonde você não quer ir”.

O Mestre estava lhe aceitando e lhe ensinando como seriam seus passos a partir dali e que até sua morte iria glorificar a Deus. E olhando para ele disse:

– “Então Pedro, siga-me”. (João 21:1-25)

A grande diferença no final das trajetórias de Pedro e Judas, foi esperar pelo 3º. dia depois da Morte de Jesus. A ressurreição do Mestre é a vitória sobre o pecado. Por que Ele vive podemos crer no amanhã.

Jesus morreu na cruz pelos pecados de Judas, de Pedro e pelos nossos também. Judas não precisava se suicidar. Mas, infelizmente, ele não foi capaz de esperar e aceitar a Graça que a ressurreição do Mestre oferecia.

Quando Pedro negou o Mestre, Ele o olhou com misericórdia. E, Judas não conseguiu enxerga-lo como seu Senhor e se afastou dEle.

Está escrito: “Como é feliz aquele cuja desobediência é perdoada, cujo pecado é coberto!” (Salmos 32:1)

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


Mateus, Marcos, Lucas e João viram na história de Jesus, a necessidade de criar narrativas para que a Boa Nova fosse compreendida por todas as pessoas de todos os lugares.

Os discípulos, após reconhecer e encontrar o Mestre na praia, viram que Ele era tudo o que eles precisavam.

Pedro viu na conversa com Jesus, o perdão, a aceitação e o ensino para seguí-Lo.

Judas não o viu como seu Senhor e se suicidou.

E por que Ele vive, nós podemos ver esperança e salvação.

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


No próximo episódio, veremos a Aula Magna de Jesus para seus discípulos.

E, veremos, também, o último momento de sua missão aqui na terra.

E você? O que você vê em Jesus?

O que você vê em Jesus responderá a grande pergunta: O QUE EU FAÇO PARA HERDAR A VIDA ETERNA!?

No próximo episódio venha ver: O evangelho como você nunca viu antes.

Meu pai, bondoso Tu és! Nós te louvamos por que a graça da salvação em Cristo Jesus nos alcançou! E por esta graça e em nome de Jesus, nós declaramos uma benção sobre a vida do meu irmão e da minha irmã que estão nos ouvindo… Amém!


O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Você pode nos encontrar, nos conhecer, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

E, se você se sentiu abençoado com este Podcast, então acesse, assine e comente em nossos canais, e, principalmente, compartilhe com seus amigos!


O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esperamos você no próximo episódio! Até lá!


[VINHETA FECHAMENTO]

– Jonas de Souza Netto

Série O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?, produzida pelo Ministério Só Boas Novas para o programa INCOMPARAVELMENTE LINDO exibido na WebRádio MANECO FM

[VINHETA ABERTURA] O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

PAZ SEJA COM VOCÊS!

[VINHETA ABERTURA]

Olá! Está na hora de mais um episódio da série: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?! Obrigado por estar conectado conosco! Sejam bem-vindos… Seja bem-vinda Val!

Olá Jonas, …

Sabe Val, esta série é uma jornada para responder a pergunta:

– O que eu faço para herdar a vida eterna?

E esta pergunta já foi feita por muitas pessoas de todas as classes sociais e econômicas e, talvez, por você…

Por isso, é que podemos dizer que a sua resposta tem tudo a ver com: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Se você quiser nos conhecer melhor, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

Então é só acessar, assinar nossos canais e compartilhar!

Antes de ouvirmos o episódio de hoje, chegou a hora da Série MINUTO com o nosso parceiro, o Pr. Paulo Matos: “MEDO”

[VINHETA MINUTO] + [VIDEO MINUTO] (ALTERAR)

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
Ele fez muitos milagres Ele transformou água em vinho e multiplicou pães

Ele curou pessoas doentes, cegos, paralíticos Ele pregava sobre um novo Reino

Ele Ressuscitou pessoas mortas Ele tinha muitos seguidores

Ele ensinava umas coisas legais Ele brigou com os líderes religiosos

Ele expulsou demônios Ele era de Nazaré

Ele foi crucificado Ele andou sobre as águas

Ele era odiado por algumas pessoas Ele falava por parábolas

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esta jornada é sobre o Evangelho – O Evangelho como você nunca viu antes!

E o episódio de hoje é PAZ SEJA COM VOCÊS!

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

Na cruz, Jesus, proferiu o último perdão para a salvação da humanidade:

– Pai, perdoa-lhes, eles não sabem o que estão fazendo. (Lucas 23:34)

A oferta da graça da salvação oferecida por sua morte, naquele momento, não foi compreendida pela humanidade.

Então, clamando em alta voz, entregou seu espírito. E a cortina do santuário do templo se rasgou em duas partes, de cima até embaixo. (Mateus 27:50,51)

Era o fim de uma etapa da aliança e o tecido dela foi rasgado. Mas, o tecido da túnica do Mestre, era sem costura. Sua túnica foi tecida numa única peça, de alto a baixo e não se rasgou. (João 19:23)

Sua vida e morte não eram o fim, mas a consumação da aliança. E seu corpo não seria rasgado, conforme foi profetizado:

– ‘’Nenhum dos seus ossos foi quebrado”. (João 19:36)

No princípio, aquele que é a Palavra já existia. A Palavra estava com Deus, e a Palavra era Deus.

Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito. Nele estava a vida, e sua vida trouxe luz a todos.

A sua luz brilhou na escuridão, e a escuridão não pode detê-la.

Ele é o verbo, a palavra, o texto, o tecido que não se rasga. (João 1:1-5)

No dia da ressurreição de Jesus, dois de seus seguidores caminhavam para o povoado de Emaús, que ficava a cerca de onze quilômetros de Jerusalém.

Enquanto caminhavam entristecidos, eles conversavam e discutiam sobre a humilhação e morte de seu Mestre. E Jesus se aproximou deles, discretamente, e começou a andar junto com eles.

No entanto, toda aquela circunstância os impedia de reconhecê-Lo. Então,  Jesus perguntou para eles:

– “Sobre o que vocês tanto debatem enquanto caminham?”

Eles pararam, com rostos entristecidos, e um deles, chamado Cleopas, respondeu:

– “Você deve ser a única pessoa em Jerusalém que não sabe das coisas que aconteceram lá nos últimos dias!”

– “O que foi que aconteceu?”

– “Tudo o que fizeram com Jesus de Nazaré. Ele era um homem de Deus, um profeta, Ele falava e fazia como ninguém, Ele era abençoado por Deus e amado pelo povo”.

– “Mas, nossos líderes e os principais sacerdotes traíram, o sentenciaram à morte e o crucificaram”.

– “Nós tínhamos esperança de que ele fosse o libertador de Israel”.

– “E isso tudo aconteceu só há três dias. Mas, algumas mulheres de nosso grupo nos deixaram confusos. Elas foram até seu túmulo hoje bem cedo e voltaram contando uma história inacreditável”.

– “Elas disseram que o corpo havia sumido e que viram anjos que lhes disseram que Jesus está vivo”.

– “Alguns dos nossos amigos, correram até lá para ver o túmulo. E, realmente, estava vazio como elas disseram, mas eles não viram o Mestre”.

Jesus suspirou e lhes disse:

– “Vocês não entendem?! Como vocês demoram para crer!  Por que vocês não acreditam no que os profetas escreveram? Vocês não percebem que tudo isso estava previsto, que o Messias tinha que sofrer antes de entrar em sua glória?”

Então Jesus os conduziu por todos os escritos de Moisés e dos profetas, explicando o que as Escrituras diziam a respeito dEle.

Quando chegaram a entrada da cidade de Emaús, Jesus fez como se fosse seguir adiante, mas eles insistiram:

– “Fique e jante conosco, o dia já se foi e é quase noite”.

E, Jesus concordou e foi para a casa com eles.

Quando estavam à mesa, Ele tomou o pão e o abençoou. Depois, partiu e deu a eles. E imediatamente, seus olhos se abriram, eles se lembraram da Ceia com o Mestre e O reconheceram.

E diante de seus olhos, Ele desapareceu.

– “Foi por isso que o nosso coração ardia, enquanto Ele falava conosco no caminho e nos explicava as Escrituras!”

E, na mesma hora, eles se levantaram e voltaram para Jerusalém. Foram até onde os discípulos estavam reunidos e lhes disseram:

– “É verdade! O Senhor ressuscitou! Ele apareceu para nós!”

E os dois discípulos contaram tudo como que Jesus tinha aparecido. E como Ele andou e conversou com eles pelo caminho, e como Ele partiu o pão. (Lucas 24:13-35)

Os dois discípulos estavam no sentido errado, eles deveriam permanecer em Jerusalém, eles estavam decepcionados por não entenderem a missão do Mestre e o que estava acontecendo. Então, Jesus se aproximou e andou com eles.

No caminho de Emaús, a amorosa pedagogia do Mestre, trouxe luz e entendimento para sua oferta de salvação. Aquele que é a Palavra, ensinou que o processo de compreensão de sua vida, morte e ressurreição acontece no caminho, no andar com Ele.

Tomé, um dos discípulos, não esteve presente em nenhuma das vezes em que Jesus apareceu para os demais. E, apesar do testemunho dos discípulos, ele resistia em acreditar:

– “Só acreditarei se eu ver as marcas dos pregos em suas mãos e puser os meus dedos nelas”.

Já haviam passados Oito dias e os discípulos estavam juntos novamente e, dessa vez, Tomé estava com eles.

As portas estavam trancadas, mas, de repente, Jesus surgiu no meio deles:

– “Paz seja com vocês!”

Jesus se aproximou de Tomé e olhando para ele disse:

– “Tomé, venha aqui. Veja minhas mãos, ponha seu dedo nas minhas marcas. Eu não quero que você seja incrédulo. Creia!”.

– “Meu Senhor, meu Senhor, Tu és o meu Deus!”.

– “Você creu, Tomé, por que me viu. Mas, muitos não verão o que você viu. Felizes e abençoados serão aqueles que crerão sem ter visto”.

(João 20:24-29)

Aquele que é a Palavra, era Deus.

Nele estava a vida, e sua vida trouxe luz a todos.

A sua luz brilhou na escuridão, e a escuridão não pode detê-la.

Ele é o verbo, a palavra, o texto, o tecido que não se rasga. (João 1:1-5)

Apesar da ressureição de Jesus, Pedro ainda se consumia pela culpa por tê-lo negado por 3 vezes. O remorso criava muitas dúvidas em seu coração. Será que o Mestre ainda o via como um discípulo?! Apesar do seu aparecimento no meio deles… Ele se sentia profundamente indigno e não via solução para isso!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


Os dois discípulos no Caminho de Emaús estavam cegos diante dos acontecimentos e não viam a graça da salvação que a morte e a ressurreição de Jesus significavam.

Quando eles viram a revelação de Jesus ressurreto entre eles, correram para dizer aos demais: É verdade! Jesus Ressuscitou!

Tomé precisou ver e tocar nas marcas de Jesus para crer, que Ele era Deus.

Muitos não o viram.

E muitos seriam felizes e abençoados por crerem, sem ter visto, através do testemunho deles.

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


No próximo episódio, veremos Pedro indo pescar e Jesus indo encontrá-Lo para a mais importante conversa de sua vida.

E, veremos, também, por que e para quem Mateus, Marcos, Lucas e João escreveram os evangelhos.

E você? O que você vê em Jesus?

O que você vê em Jesus responderá a grande pergunta: O QUE EU FAÇO PARA HERDAR A VIDA ETERNA!?

No próximo episódio venha ver: O evangelho como você nunca viu antes.

Meu pai, bondoso Tu és! Nós te louvamos por que a graça da salvação em Cristo Jesus nos alcançou! E por esta graça e em nome de Jesus, nós declaramos uma benção sobre a vida do meu irmão e da minha irmã que estão nos ouvindo… Amém!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Você pode nos encontrar, nos conhecer, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

E, se você se sentiu abençoado com este Podcast, então acesse, assine e comente em nossos canais, e, principalmente, compartilhe com seus amigos!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esperamos você no próximo episódio! Até lá!


[VINHETA FECHAMENTO]

 

– Jonas de Souza Netto

Série O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?, produzida pelo Ministério Só Boas Novas para o programa INCOMPARAVELMENTE LINDO exibido na WebRádio MANECO FM

[VINHETA ABERTURA] O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

EU VI O SENHOR!

[VINHETA ABERTURA]

Olá! Está na hora de mais um episódio da série: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?! Obrigado por estar conectado conosco! Sejam bem-vindos… Seja bem-vinda Val!

Olá Jonas, …

Sabe Val, esta série é uma jornada para responder a pergunta:

– O que eu faço para herdar a vida eterna?

E esta pergunta já foi feita por muitas pessoas de todas as classes sociais e econômicas e, talvez, por você…

Por isso, é que podemos dizer que a sua resposta tem tudo a ver com: O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Se você quiser nos conhecer melhor, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

Então é só acessar, assinar nossos canais e compartilhar!

Antes de ouvirmos o episódio de hoje, chegou a hora da Série MINUTO com o nosso parceiro, o Pr. Paulo Matos: “TAMO JUNTO”

[VINHETA MINUTO] + [VIDEO MINUTO] (ALTERAR)

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
Ele fez muitos milagres Ele transformou água em vinho e multiplicou pães

Ele curou pessoas doentes, cegos, paralíticos Ele pregava sobre um novo Reino

Ele Ressuscitou pessoas mortas Ele tinha muitos seguidores

Ele ensinava umas coisas legais Ele brigou com os líderes religiosos

Ele expulsou demônios Ele era de Nazaré

Ele foi crucificado Ele andou sobre as águas

Ele era odiado por algumas pessoas Ele falava por parábolas

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esta jornada é sobre o Evangelho – O Evangelho como você nunca viu antes!

E o episódio de hoje é EU VI O SENHOR!

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

Ele foi ferido por causa de nossa rebeldia e esmagado por causa de nossos pecados. Sofreu o castigo para que fôssemos restaurados e recebeu açoites para que fôssemos curados.

Todos nós nos desviamos como ovelhas, deixamos os caminhos de Deus para seguir os nossos caminhos. E, no entanto, o Senhor fez cair sobre ele os pecados de todos nós.

Ele foi oprimido e humilhado, mas não disse uma só palavra. Foi levado como cordeiro para o matadouro, como ovelha muda diante dos tosquiadores, não abriu a boca. Ele foi condenado injustamente.

Não havia cometido nenhuma injustiça e jamais havia enganado alguém. Ainda assim, foi sepultado como criminoso e colocado no túmulo de um homem rico. (Isaías 53:5-9)

Quando Jesus deu seu último suspiro na cruz, naquela triste e sombria tarde de sexta-feira, as zombarias se calaram, as pessoas voltaram para suas casas entristecidas e batendo no peito e o silêncio tomou conta daquela cena.

As pessoas crucificadas pelo Império Romano, eram deixados na cruz e não tinha direito à um sepultamento digno, seus corpos eram lançados, amontoados e largados ao tempo ou lançados em uma fossa comum.

José de Arimateia, era um homem rico e estimado em Jerusalém e ele tinha sido discípulo secreto de Jesus, por que temia os líderes judeus, junto com Nicodemos, aquele sacerdote que foi conversar com Jesus à noite, foram até o Governador Pôncio Pilatos e pediram autorização para tirar da cruz o corpo de Jesus.

Depois que Pilatos lhes deu permissão, eles levaram o corpo. Usaram cerca de 35 litros de óleo perfumado feito com mirra e aloés e seguindo os costumes judaicos de sepultamento, envolveram o corpo de Jesus em lençóis compridos de linho, junto com essas especiarias.

Era o Dia da Preparação para a Páscoa judaica, véspera do Sábado, e eles o sepultaram perto do local da crucificação, onde tinha um jardim e havia um túmulo novo que nunca tinha sido usado. E Maria Madalena e a outra Maria estavam lá com eles sentadas em frente ao túmulo.

Os principais sacerdotes e os fariseus, por causa da profecia de Jesus que disse que ressuscitaria após três dias, foram a Pilatos e pediram que o túmulo fosse lacrado e guardado e Pilatos respondeu:

– “Levem soldados e guardem o túmulo como acharem melhor”.

Então, eles lacraram o túmulo e puseram guardas para protegê-lo. (Mateus 27:57-66, João 19:38-42)

Enquanto isto, os discípulos e seguidoras de Jesus, se refugiaram numa casa a portas trancadas com medo dos líderes judeus.

As horas daquele Sábado foram preenchidas por incertezas e medos. A humilhação e morte de seu Mestre, pôs fim na ideia que eles tinham de que o Messias iria instaurar o Reino de Deus na terra, tirando Roma do poder e instaurando um novo reinado terreno. E as palavras e promessas de Jesus escorriam como areia entre seus dedos e a falta de paz e esperança ocupavam seus corações.

No domingo, bem cedo, as mulheres decidiriam ir ao túmulo, levando as especiarias que haviam preparado.

Enquanto isto, houve um grande terremoto perto túmulo, quando um anjo do Senhor desceu do céu, rolou a pedra da entrada e sentou-se sobre ela e seu rosto brilhava como um relâmpago e suas roupas eram brancas como a neve. Os guardas vendo isto, tremeram de medo e caíram desmaiados, como mortos.

As mulheres quando chegaram lá, viram que a pedra tinha sido afastada da entrada e, ao entrarem no túmulo, ficaram perplexas por que o corpo do Senhor Jesus não estava lá.

Em seguida, dois homens apareceram, vestidos com mantos resplandecentes. Elas ficaram amedrontadas e se curvaram com o rosto em terra. E os homens lhes disseram:

– “Ele não está aqui. Ressuscitou! Agora vão e digam aos discípulos”.

A ressurreição de Jesus dentre os mortos, foi o maior acontecimento de todos os tempos e marcou a nossa história. Ela atesta o poder de Deus e de Jesus sobre o poder da morte e se traduz no alicerce de toda a esperança e pregação cristã. A ressurreição de Jesus é a base do testemunho dos discípulos que saiu do primeiro século até os nossos dias.

Elas saíram correndo, trêmulas e desnorteadas, e contaram tudo o que havia acontecido aos discípulos, mas eles não acreditaram.

No entanto, Pedro e João correram até o túmulo. Quando Pedro chegou e olhou para dentro do túmulo, viu ali as faixas de linho e notou que o pano que cobria a cabeça de Jesus estava dobrado e colocado à parte. E eles creram e compreenderam que Jesus havia ressuscitado dos mortos e voltaram admirados para casa.

Maria Madalena ficou do lado de fora do túmulo, chorando, e os dois anjos vestidos de branco, lhe apareceram novamente e perguntaram:

– “Mulher, por que você está chorando?”

– “Porque levaram o meu Senhor, e não sei onde o colocaram”.

Quando ela se levantou para sair, viu alguém em pé. Era Jesus, mas ela não o reconheceu.

– “Mulher, por que você está chorando?”

– “Se foi o senhor que o levou embora, diga-me onde o colocou, e eu irei buscá-lo”.

– “Maria!”

– “Rabôni!” (que, em aramaico, quer dizer “Mestre!”).

Ela imediatamente o reconheceu e quis correr em sua direção para abraçá-Lo:

– “Ainda não Maria! Eu preciso primeiro subir para meu Pai e Pai de vocês, para meu Deus e Deus de vocês. Vá e conte aos demais”.

Maria Madalena saiu cheia de alegria, e chegando até os discípulos, disse-lhes:

– “Vi o Senhor!”

(Mateus 28:1-15, Marcos 16:1-13, Lucas 24:1-12, João 20:1-18)

Os soldados após verem que as mulheres tinham visto o túmulo, foram até a cidade e contaram aos principais sacerdotes o que havia acontecido.

Eles, imediatamente, convocaram uma reunião com os líderes do povo e decidiram subornar os guardas com uma grande soma de dinheiro, para que contassem que, enquanto eles dormiam, os discípulos vieram e roubaram o corpo.

Ao entardecer daquele mesmo dia, os discípulos estavam reunidos com as portas trancadas e, de repente, Jesus surgiu no meio deles e disse:

– “Paz seja com vocês!”.

Enquanto Ele falava, lhes mostrou as feridas nas mãos e no lado. Eles se encheram de alegria ao verem que era o Senhor. E Ele lhes repetiu:

– “Paz seja com vocês! Assim como o Pai me enviou, eu os envio”.

E soprou sobre eles:

– “Recebam o Espírito Santo. Se vocês perdoarem os pecados de alguém, eles estarão perdoados. Se não perdoarem, eles não estarão perdoados”.

Então, eles disseram: “Nós vimos o Senhor!”.  (João 20:19-25)

No “Está consumado!” da sua morte na cruz e no “Ele vive!” da sua ressurreição, começou a instauração do Reino de Deus, até a consumação do século, porque ele é o Senhor!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!


José de Arimateia e Nicodemos viram a oportunidade de dar um enterro digno para o Mestre que eles seguiam secretamente.

Os discípulos e as seguidoras de Jesus, refugiadas em uma casa com portas trancadas, não viram paz, nem esperança nas sombrias e tristes horas daquele sábado.

Maria Madalena foi a privilegiada para quem o Mestre apareceu primeiro, após a ressurreição e correu para dizer aos discípulos: Eu vi o Senhor!

Os principais sacerdotes diante do maior acontecimento de todos os tempos só viram a oportunidade para calar o testemunho dos soldados.

Muitos não o viram.

E quando o Mestre apareceu no meio dos discípulos, declarou sua Paz sobre eles e soprou o seu espírito, eles disseram: Nós vimos o Senhor!

[VINHETA DE TRANSIÇÃO]

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
No próximo episódio, Jesus com corpo glorificado em seus últimos ensinamentos.

Veremos Tomé resolvendo sua grande dúvida sobre a ressureição do Mestre.

E, veremos, também, Pedro indo pescar e Jesus indo encontrá-Lo para a mais importante conversa de sua vida.

E você? O que você vê em Jesus?
O que você vê em Jesus responderá a grande pergunta: O QUE EU FAÇO PARA HERDAR A VIDA ETERNA!?

No próximo episódio venha ver: O evangelho como você nunca viu antes.

Meu pai, bondoso Tu és! Nós te louvamos por que a graça da salvação em Cristo Jesus nos alcançou! E por esta graça e em nome de Jesus, nós declaramos uma benção sobre a vida do meu irmão e da minha irmã que estão nos ouvindo… Amém!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!
Você pode nos encontrar, nos conhecer, rever e compartilhar este episódio, acesse o site podcast.soboasnovas.com.br, estamos também no youtube.com/soboasnovas, no Spotyfi, na Apple e no SoundCloud.

E, se você se sentiu abençoado com este Podcast, então acesse, assine e comente em nossos canais, e, principalmente, compartilhe com seus amigos!

O QUE VOCÊ VÊ EM JESUS?!

Esperamos você no próximo episódio! Até lá!
[VINHETA FECHAMENTO]
– Jonas de Souza Netto